COMPARTILHE

A greve que estava prevista começar ontem (05) no aeroporto londrino de Heathrow foi suspensa até terça-feira, para permitir que continuem as negociações com os trabalhadores.

Entretanto, o maior aeroporto do Reino Unido já tinha cancelado 177 voos devido à paralisação programada para hoje e amanhã, apoiada por 2.500 trabalhadores, incluindo seguranças, bombeiros e engenheiros.

A British Airways, a Aer Lingus e a Etihad Airways anunciaram que vão restaurar os voos ontam (05) afectados, enquanto que outras companhias aéreas vão manter os cancelamentos.

Um porta-voz de Heathrow recomendou aos passageiros que verifiquem o estado dos seus voos antes de se deslocarem para o aeroporto e advertiu para a possibilidade de filas maiores do que o normal naquelas instalações.

Paralelamente a estas negociações, continua o diálogo entre a companhia aérea British Airways e os seus pilotos, no sentido de conseguirem alcançar um acordo para melhores condições laborais.

O sindicato Unite já anunciou que nos dias 23 e 24 de agosto pode convocar novas paralisações, se entretanto aqueles pilotos não chegarem a acordo com a empresa.

Na semana passada, a justiça britânica rejeitou um pedido da British Airways para bloquear a greve, alegando que os sindicatos tinham violado os regulamentos ao não fornecer todas as informações necessárias.