Início B1 World2Fly vai operar a partir de Julho de Lisboa para as Caraíbas

World2Fly vai operar a partir de Julho de Lisboa para as Caraíbas

A World2Fly, nova companhia aérea do Grupo W2M (World 2 Meet), vai colocar um A-330 em Lisboa, com capacidade para 388 lugares, para uma operação que ligará a capital portuguesa a Varadero, Cancun e Punta Cana, entre Julho e Setembro deste ano, foi anunciado esta quarta-feira em conferência de imprensa online.

A operação terá a chancela do novo operador turístico Newblue, que pertence ao W2M presente no mercado português desde 2016 como receptivo e banco de camas, propriedade do grupo espanhol Iberostar.

Duarte Correia, administrador do grupo em Portugal, explicou que a operação de Lisboa, uma vez por semana para cada um dos destinos das Caraíbas, terá início 11 de Julho para Cancun, de 17 de Julho para Varadero e de 19 de Julho para Punta Cana.

Apesar de dois operadores turísticos terem já anunciado estes destinos no Verão, a partir da capital portuguesa, e de a TAP pretender voar nomeadamente para Cancun, tanto Duarte Correia, como o CEO do W2M, Gabriel Subías, perspectivam um bom resultado nesta primeira operação, apesar de algumas incertezas ainda em relação à retoma das viagens, mas fundamentalmente acreditam no produto, que consideram transversal.

A nossa expectativa é difícil porque cada mês as coisas mudam, estamos mais dependentes da regulação sanitária do que da procura. Quando se normalizar a situação, quando pudermos sair de casa, quando estivermos vacinados, a vontade de viajar é grande e haverá uma grande procura, é o que esperamos, sublinhou Subías.

O avião terá classe única, mas os programas serão comercializados em três categorias diferentes, designadamente Essence, Quality e Absolut, correspondendo a uma série de serviços extra.

Os responsáveis deixaram igualmente boas notícias ao sector da distribuição em Portugal, uma vez que as agências de viagens vão receber comissões pelos bilhetes de avião, pelos serviços adicionais e pelas experiências compradas pelos clientes no destino, nas redes hoteleiras preferenciais, como são a Iberostar, RIU e Catalonia. Segundo Duarte Correia, contamos muito com o sector da distribuição. Queremos o apoio e queremos apoiar a distribuição.

– Além destas remunerações, vamos dar uma comissão extra à distribuição pela situação actual em que se vive devido à pandemia da Covid-19, indicou Duarte Correia, acrescentando que as agências terão um rappel directo imediato a partir da primeira venda.

– As agências de viagens portuguesas podem contar com transparência total, honestidade, estabilidade a longo prazo, uma equipa profissional e preços competitivos e política de preços única, disse ainda.

No entanto, embora a operação de Portugal seja apenas do W2M, os dois gestores afirmaram aos jornalistas que estão abertos a parcerias com outros operadores neste mercado. Adiantaram também que a equipa portuguesa vai ser reforçada tanto ao nível comercial, de produto e de operação. Basta dizer que toda a tripulação do A-330 vem para Lisboa fazia parte da Orbest/Iberojet, também portuguesa.

Mas esta é apenas a primeira fase deste operador que pertence ao Grupo Iberostar, que já tem um avião, A-350, que vai operar a partir de Espanha. Aguarda-se um terceiro aparelho, outro A-350 com capacidade para 432 passageiros, para Lisboa a partir de Maio do próximo ano, altura em que conta ter já as suas operações à venda como voos regulares, A segunda fase da expansão no nosso país passará, possivelmente a partir do Outono, com operações para as ilhas espanholas, Cabo Verde e Açores, explicaram.

Além do operador turístico Newblue, a W2M também pretende lançar em Portugal em Setembro o seu operador turístico de grandes viagens, Icárion, já lançado em Espanha.

 



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here