COMPARTILHE

Das mãos da família Ryan (Ryanair) surge uma nova companhia aérea. Para já tem o nome de WAB air (We Are Back) e conta com o financiamento da Avianta Capital, um fundo de investimento irlandês gerido por Aislinn Whittley-Ryan, e da Neo, uma empresa que é propriedade de dois ex-executivos da WOW (que, entretanto, faliu).

De início, a Avianta Capital, que deterá 75% do capital da empresa, planeia investir 40 milhões de dólares com os fundos parcialmente protegidos de dois bancos islandeses. O restante será proveniente de um banco suíço.

O objectivo da companhia, que deverá estar operacional no outono, é o de transportar, no primeiro ano de actividade, um milhão de passageiros e, com isso, facturar 158 milhões de dólares. Para tal a empresa conta recrutar 500 pessoas e conta com uma frota de seis aviões, que assegurarão 14 destinos europeus e norte-americanos.

A Islândia foi o país escolhido para acolher a nova transportadora aérea, que deverá actuar no segmento low cost, low fare.

Em comunicado a empresa anunciou que o antigo CEO da WOW – Skuli Mogensen – não está envolvido no projecto.