Início Breves Visitas à Torre Eiffel caem 80%

Visitas à Torre Eiffel caem 80%

Sem turistas estrangeiros, o número de visitantes da Torre Eiffel, em Paris, caiu 80% face a 2019, e o volume de negócios desceu 70%, revela a empresa que administra um dos monumentos mais visitados no mundo.

O balanço da perda de visitantes da Torre Eiffel, devido à pandemia da Covid-19, é muito significativo: 2.500 por dia para um monumento com capacidade para 25.000, afirmou o presidente da Sociedade de Exploração da Torre Eiffel (SETE), Jean-François Martins.

As medidas restritivas que acompanham a crise de saúde em França causaram este declínio. Além do distanciamento físico que obriga os elevadores da Torre a funcionarem com metade de sua capacidade, há ainda o facto de obrigatoriedade de encerrar à meia-noite nos fins-de-semana. É, no entanto, especialmente a ausência de turistas que prejudica os números, porque o monumento recebe, em condições normais, de 80% a 85% de estrangeiros.

Actualmente, os poucos visitantes são parisienses ou de regiões próximas da capital francesa.

A empresa operadora do monumento decidiu, então, mudar a sua estratégia, estando concentrada na população local e no segmento de famílias, criando, por exemplo novas atracções para as crianças.

É o melhor momento para se redescobrir a Torre Eiffel, garantiu o presidente da SETE. Com a queda de visitantes não é mais necessário fazer fila para ter acesso e a visita é mais confortável.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter