Início B1 Viagens de negócios ainda vão levar alguns anos para recuperar

Viagens de negócios ainda vão levar alguns anos para recuperar

Christine Ourmières-Widener, presidente executiva da TAP, foi uma das oradoras de ontem no palco ‘Corporate Innovation Summit’ da Web Summit, afirmou que, em seu entender, as viagens de negócios demorarão dois a três anos a recuperar, frisando também que que os protocolos associados à pandemia vieram para ficar.

Acho que as viagens de negócios, hoje, ainda não voltaram. Podemos ver isso pelos nossos números. A previsão para a indústria é que demorarão dois a três anos a recuperar, disse Christine Ourmières-Widener, acrescentando que está muito optimista quanto ao regresso das viagens, nomeadamente devido à  evolução da cooperação com outros sectores da economia.

Em relação à Web Summit mostrou-se também bastante satisfeita por ter acontecido em formato presencial o demonstra, no fim de contas as pessoas gostam de se encontrar com outras pessoas, tendo mesmo dito que estamos saturados com reuniões no Zoom ou no Teams.

A responsável pela transportadora aérea nacional de bandeira também considerou que os protocolos de viagem implementados vieram para ficar, porque não iremos mudar estes protocolos mesmo que as pessoas estejam completamente vacinadas, e chamou a atenção para que as empresas terão de investir mais no apoio ao seu cliente, uma vez que é importante que os clientes possam sentir novamente a liberdade, de forma a poderem voar quando quiserem voar, para onde quiserem voar.

E nesse sentido, Christine Ourmières-Widener considera que o sector da aviação tenha de investir muito mais nos serviços aos clientes, uma vez que a experiência digital da indústria da aviação não é tão suave como poderia ser.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter