COMPARTILHE

Dados do Observador Férias 2019, inquérito levado a cabo pela Nielsen, a pedido da Cetelem, revelam que, este ano, os portugueses tencionam gastar uma média de 1.350 euros nas férias de Verão (entre Julho e Setembro). No entanto o valor sobe para 1.900 euros se as férias envolverem deslocações ao estrangeiro.

O estudo verificou que o valor despendido nas férias depende do destino escolhido. Para os portugueses que decidem ficar em casa o valor envolvido deverá rondar os 538 euros. Já quem decide fazer férias em território nacional deverá gastar cerca de 1.142 euros. O maior gasto será feito por quem decide recuperar as energias no estrangeiro – 1.903 euros.

Um outro dado permite concluir que são os portugueses com idades compreendidas entre os 35 e os 44 anos, são os que indicam vir a ter gastos mais elevados – cerca de 1.615 euros.

No que concerne à distribuição dos gastos verifica-se que 47% dos inquiridos com férias no Verão indicam que terão despesas relacionadas com deslocação, sendo a média de 291 euros. Por outro lado, cerca de um terço dos inquiridos (35%) vão optar pelo regime de tudo incluído, gastando em média 2 mil euros. a opção de estadia só com dormida ou dormida e pequeno-almoço é a tipologia escolhida por 23 dos inquiridos que, desta forma, equacionam gastar 588 euros. Já a opção pelas estadias de meia pensão ou pensão completa apenas “conquistou” 5% dos portugueses, que deverão gastar 929 euros.

Os residentes na zona Norte, são os inquiridos com despesas mais elevadas em refeições, viagens, estadias, compras e presentes. Os consumidores da zona Centro são os que terão os gastos mais elevados com viagens com tudo incluído (2.473 euros) enquanto na região Sul se destacam as actividades de lazer (179 euros) face a outras zonas do país.