A cidade italiana de Veneza anunciou, há algum tempo atrás, que a partir de 01 de setembro de 2019, seria implementada uma taxa de acesso ao centro histórico de cidade.

Recentemente e depois de vários meses de discussão entre os operadores públicos e locais de turismo, medida foi adiada para 01 de janeiro de 2020.

Michele Zuin, vereador da Câmara local, disse que era inevitável adiar a medida, dado ser impossível adaptar o sistema operacional na data então prevista.

A decisão de criar uma taxa de entrada foi confirmada em finais de 2018, com valores entre os 2,50 e os 10 euros, dependendo da época do ano, com isenção para estudantes, pessoas temporariamente em Veneza e residentes.

Somente aos visitantes será cobrado um dia e quem ficar em Veneza só terá que pagar a actual taxa de turismo.

A cidade de Veneza atrai milhares de visitantes durante o dia que fazem várias excursões organizadas e também um grande número de cruzeiristas, que evitam assim a taxa turística existente cobrado pelo alojamento.

As receitas da nova taxa de entrada irá para a manutenção e limpeza da cidade, que recebe 30 milhões de visitantes por ano e cerca de 600 navios de cruzeiro.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter