Na Antiga Cadeia de Constância está patente  a exposição “Constância e a Grande Guerra – Das manobras de Tancos à Batalha de La Lys” desde o dia  31 de Março. A exposição estará patente até 31 de Maio.

A mostra temática partilha com o público este episódio bélico e as suas consequências, homenageando os habitantes locais que nele participaram. A exposição pode ser visitada de quinta-feira a domingo entre as 14h00 e as 17h30.

Como curiosidade, a preparação do Corpo Expedicionário Português foi feita em tempo recorde, três meses, ficando conhecida pelo “Milagre de Tancos”.

Antes da partida para as trincheiras da Flandres, as forças políticas e militares portuguesas decidiram mostrar o poderio do grupo de 20.000 homens preparado pelo General Norton de Matos, secundado pelo general Tamagnini. A data para o desfile das tropas foi escolhida, 22 de julho de 1916, assim como o local, Montalvo, mais propriamente no terreno hoje conhecido pelo Terreiro da Parada.

Turismo Militar, recentemente oficializado, trata-se de apresentar, a quem se interessa, o património material e imaterial tão rico neste país tão pequeno.

São já organizados pequenos grupos que, entre muitas, fazem a Rota dos Templários, visitando o Castelo de Almourol, Constância onde saboreiam o “Queijinho do Céu” (na imagem à esquerda) e se lhes transmite também a existência do Castelo de Punhete do tempo de Gualdim Pais, terminando em Tomar.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter