Início Breves Turismo equestre é nova proposta dos municípios da Serra d’Arga

Turismo equestre é nova proposta dos municípios da Serra d’Arga

Passeios a cavalo por trilhos específicos numa paisagem marcada pela presença de animais da raça Garrana, com visitação a aldeias e vilas, será a nova proposta turística de Viana do Castelo, Ponte de Lima e Caminha, que integram a Serra d’Arga.

O novo projecto de turismo equestre naquele território contará com um apoio financeiro de 99 mil euros do Turismo de Portugal no âmbito do ‘Programa Valorizar’, permitindo um investimento global de cerca de 250 mil.

– Estamos a falar da dinamização de uma rota na Serra d’Arga, à volta dos cavalos Garranos, sensibilizando as populações e promovendo esta actividade turística, descreveu a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, que presidiu em Viana do Castelo à assinatura de um contrato para desenvolvimento do projecto “Vilas e Aldeias Equestres entre Arga e Lima”.

Segundo a governante, a iniciativa, que engloba estruturação da oferta e iniciativas de promoção, tem por objectivo atrair novos públicos a um local que tem um potencial de natureza extraordinário. Rita Marques adiantou ainda que o projecto será executado e concluído até Dezembro 2021.

Dos três municípios envolvidos no projecto, Ponte de Lima é o que assume a dianteira no que toca ao turismo equestre, com diversos eventos anuais já firmados a nível nacional, como a Feira do Cavalo que se realiza desde 2007. Até ao final do próximo ano será criada e sinalizada uma rede intermunicipal de percursos equestres, que compreenderá dois itinerários circulares: um entre Montaria, Quartéis de Santa Justa, Cerquido, Arga de Cima, Arga de Baixo, Dem, Orbacém e Amonde, com regresso ao ponto de partida, e outro entre a veiga do rio Lima e a Serra d’ Arga, ligando Lanheses a Bertiandos pela veiga do Lima, atravessando a Área de Paisagem Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro de Arcos.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter