Início Breves Turismo do Centro aposta no turismo religioso e espiritual

Turismo do Centro aposta no turismo religioso e espiritual

Dentro da nossa estratégia, e tendo em conta a diversidade turística do Centro de Portugal, acrescentámos em 2020 um novo vetor para a próxima década: o turismo espiritual e o turismo religioso. Os Caminhos de Santiago representam já uma fatia importante do número de peregrinos. Quem afirmou foi Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro de Portugal (TCP).

Esta afirmação tomou mais força após a assinatura de um protocolo de cooperação com oito municípios para a dinamização do caminho de Santiago Via Portugal Nascente.

O protocolo foi assinado entre o Turismo Centro Portugal e os municípios de Belmonte, Castelo Branco, Covilhã, Celorico da Beira, Guarda e Trancoso, e tem como objectivo a certificação e a dinamização da Via Portugal Nascente, no troço que une Vila Velha de Ródão a Celorico da Beira.

O protocolo estabelecido e assinado em Vila Velha de Ródão prevê que o Turismo Centro Portugal seja a entidade gestora da Via Portugal Nascente e da sua certificação, nos 199,4 quilómetros que incluem as 10 etapas entre Vila Velha de Ródão e Trancoso.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter