COMPARTILHE

Em consonância com a Estratégia Turismo 2027, foi criado o Programa de Apoio M&I Interior +, homologado pela Secretaria de Estado do Turismo, a 26/06/2019.

Este programa concede apoio financeiro à realização e captação de eventos associativos e corporativos, de pequena e média dimensão, nos territórios de baixa densidade de Portugal, e nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

Os seus principais objectivos são: reforçar a atractividade dos territórios de baixa densidade e das regiões autónomas da Madeira e dos Açores, em particular no segmento de turismo de negócios / eventos; contribuir para o reforço da coesão do país, canalizando preferencialmente para estas áreas os eventos associativos e corporativos de pequena e média dimensão; e potenciar o crescimento económico destes territórios, pelo aumento da procura turística e do número de dormidas.

São promotores dos projectos os organizadores dos eventos, que correspondam a entidades públicas, incluindo aquelas em cuja gestão as entidades da administração central do Estado, regional e local tenham posição dominante; e entidades privadas

São enquadráveis eventos de tipologia associativa ou corporativa que se realizem e gerem entre 50 a 299 dormidas nos territórios acima identificados e que terão um apoio entre os 1.250 e os 6.250 consoante os escalões de dormidas.

No Programa M&I Interior+, são consideradas elegíveis até aos montantes máximos inscritos na matriz supra incluída, os custos relativos a, entre outros, aluguer de salas/espaços para a realização do congresso, evento ou incentivo, e respectivo programa social; aluguer de equipamento audiovisual; serviços de transferes; serviços de alojamento em empreendimentos turísticos e/ou estabelecimentos de alojamento local, na modalidade de estabelecimento de hospedagem; transporte aéreo; serviços de organização e gestão do congresso ou evento, quando contratados em Portugal.

Excluem-se do Programa M&I Interior+ eventos que estejam já consolidados no calendário dos territórios onde se realizam e/ou não revistam a natureza de eventos associativos ou corporativos por não se integrarem no segmento global do turismo de negócios, tais como torneios ou competições desportivas, festivais, feiras, festividades e certames

As candidaturas são submetidas a partir do dia 18 de julho no site do Turismo de Portugal, através da plataforma SGPI, no prazo mínimo de 90 dias antes da realização do evento, e durante a vigência do programa (até 26 de junho de 2020).