Início B1 Turismo da Madeira sente-se prejudicado com o que se passa em Lisboa

Turismo da Madeira sente-se prejudicado com o que se passa em Lisboa

O Governo Regional da Madeira acredita que o destino turístico está a ser prejudicado pela situação epidemiológica nacional. E, nesse sentido já pediu diligências à República junto das embaixadas para sinalizar que o arquipélago é uma zona segura.

– Já fomos prejudicados. A operação da Dinamarca para Porto Santo neste momento está anulada exactamente pela circunstância de todos os aeroportos de Portugal estarem inseridos na situação epidemiológica que se está a passar em Lisboa, com um crescente números de infectados, afirma o presidente do executivo madeirense.

Miguel Albuquerque disse ainda que a região tomou já as diligências junto do Ministério dos Negócios Estrangeiros, através do secretário do Turismo madeirense e dos deputados regionais na Assembleia da República. Ou seja, que Lisboa faça uma separação entre os aeroportos portugueses da Madeira e Porto Santo, zonas de zero covid, e aquilo que se está a passar na capital.

Isso passa por diligências diplomáticas no sentido de podermos receber os turistas do Reino Unido, da Dinamarca e dos destinos que fecharam a situação a Portugal, afirmou acrescentando que no exterior as pessoas olham para o país como um todo, quando a Madeira tem uma especificidade própria, sublinhando que mesmo os operadores turísticos estão também muitas vezes dependentes das decisões dos países.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter