Início VIP TPNP “zangado” com decisão do Reino Unido

TPNP “zangado” com decisão do Reino Unido

COMPARTILHE

São notícias preocupantes para o Norte de Portugal e preocupantes para todo o país. Lamentamos profundamente esta posição do governo inglês e esperamos que seja rapidamente retificada. Não tiveram em conta questões essenciais para avaliar a situação, afirmou, deveras irritado, o presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) na sequência  de Portugal ter ficado excluído dos “corredores de viagem internacionais” do Reino Unido.

Para Luís Pedro Martins, as autoridades do Reino Unido não identificaram com precisão onde são os locais dos surtos que têm surgido em Portugal porque, se o tivessem feito perceberiam bem que não são nos destinos de férias normalmente procurados pelos ingleses. recordando que

Luís Pedro Martins salienta esperar que o Governo português consiga reverter o possível desta situação e explica que a TPNP está alinhada com a Secretaria de Estado do Turismo e com o Turismo de Portugal.

Estamos a trabalhar na procura de mercados alternativos, mercados europeus. Estamos a reforçar o que já estávamos a fazer com a França, Alemanha e também com a Holanda, disse o presidente da TPNP.

Segundo Luís Pedro Martins relembra o trabalho que já vinha a ser feito, que já se refletiu nas rotas que o aeroporto do Porto tinha conseguido atrair para o Norte, nomeadamente junto da Ryanair, Lufthansa, Swing e da easyJet, entre outras.

Não se compreende e gera muita irritação e inquietação. Há países, na lista do Reino Unido, que têm problemas maiores do que os nossos, alerta Luís Pedro Martins.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter