TPNP quer mais dinheiro para colmatar desinteresse da TAP


É preciso aceitar que a TAP está para servir o Aeroporto de Lisboa e está também para fazer a sua aposta no ‘hub’ em Lisboa. Nada contra. Agora, já que todos andamos a pagar esse serviço e não estamos a ter o serviço, então convém que seja disponibilizado às regiões um envelope financeiro que nos permita dialogar com outras companhias que se encontram mercado e que encontram oportunidade, afirmou Luís Pedro Martins, presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), acrescentando que se a TAP apenas regista 10% das operações no aeroporto Sá Carneiro, então tem que haver mais verbas para desenvolver promoção junto de outras companhias aéreas.

Face a esta situação, o presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal pediu ao Governo para aumentar o envelope financeiro do contrato programa, compensando assim o facto da companhia aérea TAP apenas realizar 10% das operações no Porto.

Recorde-se que no contrato de programa da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) e do Turismo de Portugal existe uma verba para o apoio a companhias aéreas inscrito no programa VIP, que dá

o apoio à promoção a novas rotas, nomeadamente desenvolvendo ações de promoção com companhias aéreas, operadores turísticos e OTAS (Online Travels Agencies), mas, segundo o presidente da TPNP essa verba pode vir do IVA turístico.

,

error: Content is protected !!