Início Destaques TAP decide suspender 93% da operação em Fevereiro

TAP decide suspender 93% da operação em Fevereiro

Uma mensagem dirigida aos funcionários e assinada pelo presidente do Conselho de Administração e pelo presidente da Comissão Executiva, respectivamente Miguel Frasquilho e Ramiro Sequeira, a TAP informou que, face às novas restrições e a uma queda adicional da procura, decidiu suspender 93% do total da sua operação, quando comparada com o mês de Fevereiro do ano passado, pré-covid.

Refira-se que o anterior plano de voos, ajustado em baixa há cerca de dez dias, já muito condicionado por diversas restrições e fraca procura, apontava para uma redução da oferta de 73% durante o corrente mês de Fevereiro.

Segundo a transportadora aérea nacional, à proibição e suspensão de voos nas ligações aéreas entre Portugal e países como o Reino Unido, Angola, Brasil e Alemanha, junta-se o novo quadro do estado de emergência português, que entrou hoje em vigor, o qual mantém o autoconfinamento e determina a proibição de deslocações de cidadãos nacionais para fora do território nacional, o que está em linha com a tendência europeia e mundial, de restrição temporária de todas as viagens não essenciais. Acrescenta ainda que estas restrições provocam elevados e acrescidos constrangimentos à sua actividade, contrariando as projeções já de si pouco animadoras.

Assim e desde hoje, 01 de Fevereiro, a TAP vai continuar a assegurar as ligações dos portugueses entre Lisboa, Porto, Madeira e Açores, bem como às cidades com comunidades portuguesas significativas.

A TAP informou, ainda, que todas as reservas efectuadas podem ser alteradas de forma gratuita.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter