A campanha StayOver Fátima-Tomar desafia os turistas a conhecerem o Médio Tejo. Para tal foram criados roteiros que agregam “património milenar monumental, gastronomia, natureza e alojamentos ímpares, que enchem de orgulho os seus habitantes e deixam os visitantes fascinados”.

Na vertente d gastronomia, passeios e aventura a campanha sugere dois roteiros. O primeiro tem como tema Fátima e a espiritualidade, passando por Ourém/ Fátima e Vila Medieval; Torres Novas/ Paul do Boquilobo e Lapas; Alcanena/ Serra D’Aire e Candeeiros e Minde.

O programa começa na Reserva Natural do Paul do Boquilobo e continua no Parque Natural das Serras D’Aire e Candeeiros e nas Grutas das Lapas. Segue-se o Museu de Aguarela Roque Gameiro, em Minde e ainda o tour pelos castelos medievais de Torres Novas e Ourém. Pelo meio sugere que se visitem os centros históricos e se deguste os produtos tradicionais, nomeadamente as especialidades confeccionadas com frutos secos.

O segundo roteiro incide sobre o Tejo Ferroviário, proporcionando “experiências científicas, artísticas e de património industrial a descobrir, … a pé, de barco, a cavalo ou de comboio”. Para tal sugere visitas a Abrantes/Tramagal Constância, Vila Nova da Barquinha e Entroncamento.

Aqui a ideia é começar por uma visita ao Museu Metalúrgica Duarte Ferreira, em Tramagal (Abrantes) e aproveitar para passear, a cavalo, pelas margens do Tejo. Seguir até Constância e descobrir o Centro de Ciência Viva para depois aproveitar a sombra com vista Tejo no Parque de Escultura Contemporânea Almourol, em Vila Nova da Barquinha. No fim a visita termina com uma visita ao Museu Nacional Ferroviário e um passeio no Parque do Bonito no Entroncamento.

 



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter