Início Destaques Small Portuguese Hotels nasce para ajudar hotéis independentes de Portugal

Small Portuguese Hotels nasce para ajudar hotéis independentes de Portugal

COMPARTILHE

A plataforma ‘Small Portuguese Hotel’, apresentada esta quinta-feira (25) à imprensa, pretende ajudar o relançamento da actividade de pequenas unidades hoteleiras no nosso país, todos ostentando o selo ‘Clean & Safe’, num momento em que se recomendam que os portugueses façam férias ‘cá dentro.

O projecto, que já reúne mais de 100 pequenos hotéis independentes de Norte a Sul do país, contempla unidades de 3 a 5 estrelas que obedecem a uma série de critérios de segurança definidos pela nova marca, que vão desde a limpeza e higiene aos serviços disponíveis, passando pela oferta na área da restauração e condicionam a avaliação da qualidade das unidades hoteleiras.

A Small Portuguese Hotels é uma iniciativa da GHOTW (Great Hotels of the World) com o propósito de apoiar os hotéis portugueses e o turismo nacional nesta altura de relançamento da actividade.

De Norte a Sul de Portugal, são muitos os pequenos hotéis independentes que têm atravessado uma crise devido à pandemia da Covid-19 e à quebra da actividade turística. É neste sentido que a iniciativa ativa ‘Small Portuguese Hotels’ se assume como um projecto de desígnio nacional, que reúne uma colecção de ´Hotéis por Portugal, com a missão de os ajudar na retoma da actividade. Os hotéis disponíveis na plataforma cobrem todo o território nacional, permitindo-lhes chegar aos portugueses que estejam interessados em visitar pelo país.

O objectivo da nova plataforma é ajudar os hotéis independentes no Verão 2020 e, consequentemente, a economia local de forma directa ou indirecta. As reservas são feitas directamente com os hotéis, permitindo ao cliente uma maior flexibilidade para alterações e cancelamentos.

O site permite reservas directas nos hotéis, definindo uma data e oferece ainda um ranking de segurança.

Um dos objectivos patentes na iniciativa prende-se também em baixar o custo com viagens locais dos cidadãos nacionais. O programa tem ainda 5% de cash back em todas as reservas realizadas a partir do site da Small Portuguese Hotels.

O mês de Junho vai ser marcado por um regime de soft launch do projecto nacional e em Julho e Agosto, na altura de férias dos portugueses, vão ser lançados pacotes de férias que façam sentido para os próprios hotéis e que estejam relacionados com a forma de trabalhar do espaço, focando em reservas last minute. Também em Setembro e Outubro, os hotéis do projecto deverão lançar o programa late summer, de forma a tirar partido de muitas férias adiadas pelos portugueses devido à pandemia.

– Para além de estar ao lado de mais de 100 hotéis independentes portugueses no momento crucial da sua reabertura, a Small Portuguese Hotels pretende apoiar os negócios locais de menor dimensão que, de um momento para o outro, se viram numa situação bastante fragilizada, explicou Pedro Colaço, CEO da Great Hotels of the World, em conferência de imprensa online.

– Os portugueses querem apoiar a economia nacional, viajando cá dentro, continua o responsável, para realçar que esta plataforma de ‘Hotéis por Portugal’ permite que o façam com toda a segurança e confiança e com vantagens adicionais únicas.

Ao reservar na Small Portuguese Hotels os clientes têm acesso a um programa de CashBack e recebem 5% do valor da sua reserva, após o check-out, para usarem em compras online ou doarem a uma instituição à sua escolha, no âmbito de uma parceria estabelecida com a GlobalGiving. O projecto compromete-se a doar 1% do valor das reservas obtidas à Rede de Emergência Alimentar, iniciativa criada pelo Banco Alimentar Contra a Fome.

As reservas são feitas directamente com os hotéis, conhecedores profundos do seu destino e que asseguram todas as medidas em termos de saúde e segurança. Contactando directamente com o hotel, os clientes dispõem de uma maior flexibilidade para alterações e cancelamentos, factores importantes nos tempos que vivemos.

Para além da certificação Clean and Safe do Turismo de Portugal, todas as unidades hoteleiras disponíveis na plataforma obedecem a 13 critérios de segurança definidos pela equipa Small Portuguese Hotels, que vão desde a limpeza e higiene aos serviços disponíveis, passando pela oferta na área da restauração. O cliente pode consultar em cada hotel, exatamente as medidas de higiene e segurança que este oferece, bem como a respetiva pontuação.

Antes da criação do projecto, Pedro Colaço admite que se verificou uma pequena retoma no sector em meados de Maio, ainda que abaixo dos níveis pré-pandemia. O mês de Junho já verificou algumas reservas mas já bastante tarde no mês. Os dados da GuestCentric, consultados pelo Small Portuguese Hotels, defendem que Setembro vai verificar dados bastante positivos no número de reservas.

O Alentejo foi a região que recuperou primeiro, assumindo um crescimento acima da expectativa face a situação actual do país. O Algarve, à semelhança de anos anteriores, deve recuperar em Julho, Agosto e Setembro, sendo que Lisboa deve registar um crescimento em Agosto, com um grande boom de turistas espanhóis.

Refira-se que, a Great Hotels of the World (GHOTW) é uma soft brand hoteleira que fornece serviços de vendas, marketing, distribuição e soluções tecnológicas inovadoras a hotéis independentes, dando-lhes acesso a mercados, canais e clientes que lhes permitem competir com cadeias globais. Os produtos e serviços da GHOTW adaptam-se às necessidades específicas dos seus hotéis.

Essa abordagem altamente personalizada garante que cada hotel mantém a sua personalidade e autenticidade. No portefólio da GHOTW predominam hotéis de mais de 200 quartos, de categoria superior e de luxo e que apostam nos segmentos de lazer e de negócios, bem como no bleisure – uma combinação de ambos.

Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here