Início Vinhos Vinhos seleccionados no 2º trimestre – III

Vinhos seleccionados no 2º trimestre – III

Esta semana seleccionámos mais três produtores e alguns dos seus vinhos, no âmbito da escolha dos nossos leitores.

VINHOS DISCÓRDIA

 Discórdia tinto 2018

Classificação:
Vinho Regional Alentejano
Região: Alentejo
Castas:
Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Touriga Franca, Syrah
Localização da vinha:
Herdade Vale d’Évora, Mértola
Enólogo:
Filipe Sevinate Pinto
Vinificação:
Vindima manual. Selecção de cachos, desengace total. Fermentação a temperatura controlada em cubas de inox. Estágio em cubas de inox.
Teor alcoólico:
14,3 % vol.
Acidez Total:
4,8g/l.
Açucares redutores:
0,3g/l.
pH:
3,70
Notas de prova:
Cor granada. Aroma a frutos vermelhos frescos e notas de bergamota e esteva. Na boca é cheio, estruturado e guloso.
Indicações de consumo:
Servir à temperatura de 16ºC, vinhos com consumo indicado até 10 anos.
Gastronomia:
Ideal para acompanhar pratos condimentados e carnes vermelhas e caça.
Conservação:
Garrafas deitadas em lugar fresco, arejado e escuro sem grandes oscilações de temperatura.

Discórdia Branco 2019

Classificação:
Vinho Regional Alentejano
Região:
Alentejo
Castas:
Arinto, Verdelho, Antao Vaz
Localização da vinha
:
Herdade Vale d’Évora, Mértola
Enólogo:
Filipe Sevinate Pinto
Vinificação:
Selecção de cachos, desengace total. Fermentação a temperatura controlada em cubas de inox. Estágio em cubas de inox.
Teor Alcoólico
:
13,9% vol.
Acidez Total
:
5,6g/l.
Açucares redutores
:
0,7g/l.
pH
:
3,35
Notas de prova
:
Vinho bi-varietal das castas Arinto e Verdelho com um ano de estágio em garrafa. Cor amarelo citrino e aroma a fruta tropical e a flor de laranjeira. Boca rica e complexa, com fruta intensa e final fresco.
Indicações de consumo
:
Servir à temperatura de 10ºC, vinho com consumo indicado até 6 anos, podendo aguentar mais anos.
Gastronomia
:
Ideal para acompanhar pratos de peixe e marisco.
Conservação
:
Garrafas deitadas em lugar fresco, arejado e escuro sem grandes oscilações de temperatura.

ADEGA MAYOR

Vinho Tinto Reserva do Comendador 2017

Classificação:
Vinho Regional Alentejano
Ano de colheita:
2017
Tipo:
Tinto
Região:
Alentejo
Castas:

60% Alicante Bouschet, 30% Touriga Nacional e 10% Syrah
Enólogo:

Rui Reguinga e Carlos Rodrigues
Clima:
Mediterrânico
Solo (origem):
Franco-argiloso de origem granítica
Vindima:
Entre Agosto e Setembro
Produção:
2700 garrafas 150 cL; 32.600 garrafas 75 cL
Vinificação:
Desengace sem esmagamento, fermentação em depósito de inox a 25ºC e rack and return diário. Fermentação maloláctica em barricas novas de carvalho francês, onde o vinho permaneceu 18 meses. Estágio de 12 meses em garrafa antes de ir para o mercado.
Teor alcoólico:
15 % vol.
Acidez total:
5,6 g/L
pH:
3,62
Açúcar redutor:
0,8 g/L
Ingredientes:
Contém sulfitos
Notas de prova:
Cor granada. Aroma intenso com notas de cereja preta e amora silvestre.
Paladar encorpado, taninos maduros, final longo e persistente.
Consumo:
2020 – 2025
Gastronomia:
Uma companhia elegante e refinada para aliar a uma seleção de queijos fortes e pratos de carne no forno. Excelente harmonia com pratos caça e/ou de aromas e sabores bem intensos e condimentados.

Adega Mayor Branco Seleção 2020

Classificação:
Vinho Regional Alentejano
Ano de Colheita:
2020
Tipo:
Branco
Região
:
Alentejo
Castas
:
50% Verdelho, 30% Viognier e 20% Arinto
Enólogos
:
Rui Reguinga e Carlos Rodrigues
Vindima:
Agosto e Setembro
Clima:
Mediterrânico
Solo (origem):
Franco-argiloso de origem granítica
Vinificação:
Após vindima manual, as uvas foram rapidamente encaminhadas para a adega, onde foram desengaçadas e suavemente prensadas. O mosto clarificado pelo frio, fermentou lentamente durante aproximadamente 2 semanas em cuba de inox, com temperatura controlada (14ºC / 16ºC).
Teor Alcoólico:
13,0 % vol
Acidez total:
5,7 g/L
pH:
3,38
Açucar Redutor:
2,0 g/L
Ingredientes:
Contém sulfitos
Notas de Prova:
Vinho límpido e brilhante de cor amarelo limão.
Aromaticamente é expressivo e complexo, mistura a frescura da fruta exótica, ananás e manga com a sucrosidade da fruta de caroço, pêssego e damasco.
Na boca é leve e elegante, a ligeira doçura da fruta é compensada pela acidez vibrante, remetendo-nos para um final firme e apelativo.
Gastronomia:
Um branco alentejano fresco e apelativo, que se mostra boa companhia para pratos frescos de Verão. Um gaspacho alentejano, uma sopa de meloa com presunto, uma salada de atum ou mesmo umas típicas sardinhas assadas na brasa com salada de pimentos, são certamente uma boa escolha.

QUINTA DA AVELEDA

Villa Alvor Singular Sauvignon Blanc 2019

Produtor: Aveleda S.A
Denominação de Origem: IG Algarve, Portugal
Colheita: 2019
Castas: Sauvignon Blanc
Enólogo
: Manuel Soares
Solos
: Argilo-calcários
Graduação Alcoólica
: 12%
Açucar Residual
: < 4 g/l
Vinificação
: as melhores uvas Sauvignon Blanc são destinadas a este vinho. Antes de uma suave prensagem, as uvas estiveram em breve contacto pelicular. O mosto foi depois vinificado a baixas temperaturas em recipientes de inox, de forma a preservar a frescura e os aromas primários da casta. A textura sedosa do vinho é resultado de um estágio de 4 meses em contacto com as borras finas.
Notas de Prova
: aromas intensos a toranja e maracujá e a flor de Sabugueiro no nariz. Um bailado harmonioso entre acidez, estrutura e complexidade de aromas que encantam o mais exigente dos palatos.
Conservação
: um vinho jovem, mas apto para envelhecimento até 5 anos após engarrafamento.
Temperatura de Serviço
: 10ºC a 12ºC
Harmonizações
: Comida asiática (temperos fortes, molhos agridoce); Massadas, caldeiradas, feijoadas de peixe.

Villa Alvor Singular Moscatel-Galego-Roxo 2019

Produtor: Aveleda S.A
Denominação De Origem: IG Algarve, Portugal
Colheita: 2019
Castas Moscatel-Galego-Roxo
Enólogo:
Manuel Soares
Solos: Argilo-calcários
Graduação Alcoólica: 12%
Açucar Residual: < 3 g/l
Vinificação: as melhores uvas Moscatel-Galego-Roxo são destinadas a este vinho. Antes de uma suave prensagem, as uvas estiveram em contacto pelicular durante um curto espaço de tempo. O mosto foi depois vinificado a baixas temperaturas em recipientes de inox, de forma a preservar a frescura e os aromas primários da casta. A textura sedosa do vinho é resultado da fermentação e estágio de 3 meses em contacto com as borras finas.
Notas de Prova: frescura e aromas suculentos a bagas vermelhas convivem em harmonia com notas minerais, quase terrosas que culminam numa textura aveludada. Um vinho que não deixa ninguém indiferente.
Conservação: Um vinho jovem, mas apto para envelhecimento até 5 anos após engarrafamento.
Temperatura de Serviço: 10ºC a 12ºC
Harmonizações: Comidas ricas em umami; Gratinados de legumes, aves e marisco.

 



Mais notícias em OPÇÃO TURISMOSiga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter