COMPARTILHE

Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, afirmou recentemente nos Açores que a receita turística deverá subir 6% até dezembro para 17 mil milhões de euros e o número de hóspedes poderá ascender a 27 milhões, mais dois milhões do que em 2018.

Segundo a governante, a avaliação que tenho por parte dos hoteleiros e das várias regiões do país é que quer agosto, quer setembro, foram meses de boa procura. Se mantivermos este ritmo de crescimento, até ao final do ano, chegaremos aos 27 milhões de turistas em Portugal, depois de termos chegado aos 25 milhões em 2018.

Por sua vez, a estimativa para a receita aponta para um aumento de cerca de 6% para 17 mil milhões de euros.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgados em 16 de setembro, o sector do alojamento turístico registou 2,8 milhões de hóspedes e 8,2 milhões de dormidas em julho, aumentos de 5,4% e 2,2%, respectivamente,.

Significa isto, em termos acumulados de janeiro a julho de 2019, os hóspedes cresceram 7,2% para 14,95 milhões, enquanto as dormidas aumentaram 4,2% para 38,71 milhões.

Já os proveitos totais aumentaram 6,2%, abaixo do aumento de 11,8% em junho, atingindo 537,8 milhões de euros, enquanto os proveitos de aposento (417,6 milhões de euros) cresceram 5,1%, também abaixo do aumento de 12,7% no mês anterior.

Ainda de acordo com o INE e no que concerne aos primeiros nove meses do ano, os proveitos totais aumentaram 7,3% para 2.319,9 milhões de euros, enquanto os de aposento subiram 6,9% para 1.727,2 milhões de euros.