COMPARTILHE

Localizada no Mediterrâneo, a ilha italiana da Sardenha é um autêntico paraíso.

São 24.100 km2 de área, 1.849 km de costa e 1,65 milhões de habitantes (2017).

É a segunda maior ilha do Mediterrâneo, logo a seguir à Sicília, e atrai um número impressionante de turistas durante o verão. A norte da Sardenha e bem próxima dela, está a ilha francesa de Córsega.

Existem três aeroportos na ilha: Alghero, Olbia e Cagliari.

Esta região autónoma é formada por oito províncias, cada uma delas com algo especial para se conhecer e desfrutar: a capital, Cagliari, Sassari Nuovo, Oristano, Olbia-Tempio, Ogliastra, Carbonia-Iglesias e Médio Campidano.

à ilha foi sucessivamente povoada por fenícios, cartagineses, romanos, árabes, bizantinos, catalães e saboianos, e todos eles deixaram marcas.

Rodeada de praias magníficas e do mar em tons azuis turquesa, a que se alia um fantástico clima, com primaveras e outonos amenos, verões quentes e invernos suaves, é sem dúvida um destino de luxo, mas que soube preservar a sua beleza natural, envolta no aroma do alecrim, do tomilho e dos orégãos, que nascem entre os granitos rurais.

A Sardenha é famosa pela cerâmica de Sassari, Oristano, Cagliari e Cabras. Pode adquirir verdadeiras preciosidades realizadas com coral vermelho, que dá o nome à região.

O artesanato local tem o seu epicentro no norte da ilha. Castelsardo, por exemplo, é o centro do artesanato em vime. Particularmente famosas em todo o mundo são as enormes cestas, feitas pelas mulheres que ainda podem ser vistas a trabalhar na zona antiga.

Além das múltiplas variedades de pão, a Sardenha é conhecida pelos seus queijosa de ovelha e cabra.

O peixe constitui a base da alimentação. Não deixe de provar a lagosta à catalã ou o muje (peixe típico do Mediterrâneo) na brasa. O nougat, outra especialidade, é uma sobremesa composta por frutos secos e chocolate. Também vale a pena destacar os vinhos tintos de Cannonau, Mónica, Gikró e Campidano, assim como os brancos de Vermentino, Nagarus e Vernaccia.

Costa Esmeralda

A Costa Esmeralda é, sem dúvida, o local mais sofisticado da ilha. Localizada no nordeste da Sardenha, entre as vilas de Porto Rotondo e Baja Sardinia, tem cerca de 56 km de baías maravilhosas com águias azuis e cristalinas, e quase duas dezenas de praias. Foi em Arzachena que a Costa Esmeralda “nasceu” no ano de 1962, de acordo com ordens dadas pelo príncipe Karim Aga Khan IV, que pretendia desenvolver esta zona.

Arzachena é sinónimo de cor: o granito rosa, as pedras brancas, os espaços verdes e o azul do mar…

O Golfo Aranci destaca-se pelos seus maravilhosos tesouros naturais e biodiversidade, por ser um autêntico museu a céu aberto e pelas magníficas grutas, muitas delas acessíveis apenas de barco.

Algumas excursões interessantes
(sugestões do Viajar Tours, o operador que programa a Sardenha, em várias opções)

Orgosolo

Visitar Orgosolo é a oportunidade para descobrir o interior da Sardenha e as suas ruas famosas pelos murais de protesto. Um almoço típico com os pastores é uma oportunidade única para conhecer os queijos e carnes da região.

Algúer

A viagem até à Cidade Velha de Alghero ou Algúer, a cidade catalã da Sardenha, com origens medievais, é rica em história. A poucos quilómetros Capo Caccia com as suas características pedras brancas. As Grutas de Neptuno, também não muito distantes, são interessantes com o seu maravilhoso mundo de estalactites e estalagmites.

La Maddalena e Caprera

La Maddalena é a maior ilha do arquipélago e a única habitada durante todo o ano. Interessante fazer um passeio pelo centro, com ruelas estreitas e edifícios históricos, lojas e cafés característicos. Uma ponte liga Maddalena à ilha de Caprera, montanhosa e coberta por um exuberante bosque de pinheiros e onde viveu Garibaldi nos seus últimos anos de vida.

San Pantaleo

San Pantaleo é uma pequena vila de artistas e toda a beleza está na sua antiga praça e igreja. É o local ideal para adquirir peças de artesanato de grande qualidade e o seu mercado – todas as terças-feiras, de manhã – é o mais rico e conhecido do norte da Sardenha.