COMPARTILHE

Croácia, Marrocos, o Sudeste Asiático e a região do Indico foram os programas mais vendidos no inverno 2017/18 pelo operador turístico Viajar Tours. Quem o afirmou foi Nuno Anjos, Sales & Marketing Manager do operador, acrescentando que a nível geral foi um bom inverno tendo cumprido com o que eram as nossas expectativas.

Posso também dizer que no que concerne ao volume de negócios e número de passageiros foram de encontro às nossas expectativas.

O Viajar Tours é um operador de turismo, dirigido exclusivamente às agências de viagens, e com Certificação no Sistema de Gestão da Qualidade atribuída pela APCER desde 2011 (Norma ISO 9001:2015).

De âmbito generalista, com uma vasta programação em linha regular, o Viajar Tours tem vindo a notabilizar-se nos últimos anos pela sua capacidade de inovação na área do turismo de praia e lazer, nomeadamente no que se relaciona com a introdução de novos destinos no mercado nacional, e a sua consequente operação em voos charter, durante a época de Verão. São disso exemplo a Riviera da Bulgária, as Ilhas Gregas de Creta, Rodes e Kos, Croácia e Montenegro, Antalya, Saïdia, Almeria, e mais recentemente, a Rivieira do Mar Jónico e a Costa Esmeralda na Sardenha.

Faz parte da APAVT- Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo e do Provedor do Cliente das Agências de Viagens e Turismo e ainda da IATA- International Air Transport Association.

– Qual ou quais os destino que mais se evidenciaram no inverno 2017/18?

Sem dúvida que o sudeste Asiático e o Indico foram os que mais se evidenciaram neste inverno, registando-se mais de mil passageiros.

– Quais as perspectivas para a época alta e qual o destino/programa que está a registar mais clientes?

Nesta altura, Saïdia e Djerba têm um ligeiro ascendente relativo aos outros destinos charter Viajar Tours como, por exemplo, Creta, e Monastir.

– Quais as novidades que aparecem na programação Viajar Tours para a época alta?

– Sardenha e Riviera do Mar Jónico que registam muito boa aceitação.

A terminar esta entrevista, Nuno Anjos refere que relação ao Inverno 2018/19 vão haver algumas novidade.

Temos dentro da nossa programação alguns destinos fora dos charters cuja notoriedade no mercado não é muito alta. Ganharmos essa notoriedade irá ser a novidade e aposta.

L.M.