Início Destaques Ryanair queixa-se dos apoios estatais à Finnair e SAS

Ryanair queixa-se dos apoios estatais à Finnair e SAS

A Ryanair observou e comentou as decisões do Tribunal Geral da União Europeia (UE) sobre os auxílios estatais finlandeses, dinamarqueses e suecos a favor da Finnair e da SAS em relação a todas as outras companhias aéreas da UE.

A low cost irlandesa com sede em Dublin recordou que o governo finlandês concedeu uma garantia de empréstimo de € 600 milhões à Finnair, que já beneficiou de mais de € 1,2 biliões em auxílios estatais desde o início da pandemia.

Relembrando que também os governos dinamarquês e sueco concederam, cada um, uma garantia de empréstimo de 137 milhões de euros à SAS, que também beneficiou do auxílio estatal de recapitalização desses países, a Ryanair diz que o auxílio total recebido pela SAS foi mais de 1,3 mil milhões de euros.

Embora a crise da Covid-19 tenha causado danos a todas as companhias aéreas que contribuem para as economias e a conectividade da Finlândia, Dinamarca e Suécia, os governos desses países decidiram apoiar apenas suas companhias aéreas de bandeira.

A Ryanair já se tinha manifestado destas aprovações da Comissão Europeia para esses subsídios ilegais ao Tribunal Geral da UE em Junho de 2020.

Face à situação, a Ryanair recorreu agora dos acórdãos do Tribunal Geral para o Tribunal de Justiça da UE.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter