COMPARTILHE

A low cost irlandesa Ryanair informou que vai encerrar quatro bases em Espanha a partir de 08 de janeiro do próximo ano. Que o disse foi o sindicato USO, citando um ‘email enviado aos trabalhadores pela responsável de recursos humanos da companhia aérea.

Em causa estão as bases de Gran Canária, Tenerife Sur, Lanzarote e Girona, cujo encerramento implica o despedimento colectivo de 512 funcionários, segundo aquele sindicato.

O USO refere que a decisão abrange 164 funcionários em Girona, 156 em Tenerife Sur, 110 na Gran Canária e 82 em Lanzarote.

A Ryanair justifica a decisão com os atrasos na entrega de aviões e com os efeitos do ‘Brexit’, bem como com a queda de lucros.

Na mensagem, a directora de Recursos Humanos do grupo, Lisa McCormack, disse que a transportadora pretendia minimizar a perda de emprego através de transferências.

Entretanto, as estruturas sindicais marcaram uma greve dos tripulantes em Espanha nos dias 01, 02, 06, 08, 13, 15, 20, 22, 27 e 29 de setembro para tentar evitar os encerramentos.

Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook