Início B3 Ryanair com fortes prejuízos no 1º trimestre fiscal 2020

Ryanair com fortes prejuízos no 1º trimestre fiscal 2020

COMPARTILHE

No primeiro trimestre fiscal de 2020,  ou seja, de Abril a Junho, a companhia aérea irlandesa Ryanair perdeu 185 milhões de euros.

Uma queda causada pela pandemia da covid-19, que levou a low cost a considerar ser o ano mais difícil dos seus 35 anos de existência.

Recorde-se que no anterior exercício fiscal a empresa tinha registado um lucro de 243 milhões de euros.

Salientando que os confinamentos decretados na Europa causaram uma queda de 99% no tráfego aéreo entre Abril e Junho, a companhia aérea de baixo custo, também disse que 99% de sua frota permaneceu em terra durante as restrições que causaram milhares de cancelamentos.

Depois de ter anunciado um plano de restruturação onde previa o despedimento de 3.000 trabalhadores na Europa, a Ryanair informou que, no início de julho, 96% dos seus pilotos aceitou um corte nos seus salários para salvaguardar os postos de trabalho que estavam ameaçados de despedimento.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here