Início Destaques Rita Marques: “É tempo de agir!”

Rita Marques: “É tempo de agir!”

Um balanço do sector do turismo para uma análise dos últimos meses e também para deliniar futuros passos com vista a uma retoma do turismo europeu, será um dos temas principais da uma reunião virtual dos ministros do turismo da União Europeia.

Este encontro extraordinário está marcada para o dia 01 de Março e é promovido pela Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia (UE).

O anúncio foi feito pela secretária de Estado do Turismo durante a sua intervenção no encerramento do Fórum Internacional – Educação, Emprego e Formação em Turismo, organizado em formato virtual pelo Ministério da Economia e da Transição Digital.

Temos uma oportunidade única para recuperar e reconstruir o ecossistema do turismo na Europa. Apesar da crise dramática, temos uma verdadeira oportunidade de reinventar o sector do turismo do amanhã, disse Rita Marques, explicando que ser por esta razão que organiza em 01 de Março, sob a presidência portuguesa, uma reunião extraordinária de ministros num formato virtual, para um ‘follow-up’ da sustentabilidade no turismo, e preparar a sessão da Primavera.

A necessidade de identificar as competências futuras necessárias ao setor do turismo foi salientada pela governante, na sua intervenção, que destacou ainda a participação de Portugal num estudo em curso, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), no qual será um ‘case study’, e cuja conclusão está prevista para a segunda metade deste ano.

A secretária de Estado salientou também a necessidade de a recuperação do sector do turismo ser sustentável, em termos ambientais, sociais e económicos, e lembrou o importante contributo de todos, incluindo consumidores, para conseguir essa recuperação.

Rita Marques abordou o tema do encerramento (lockdowm) que o país enfrenta neste momento, pedindo, mais uma vez à União Europeia para que não só aumente a sua articulação interna, de forma a evitar decisões repentinas de controle de fronteiras e diferentes requisitos de quarentena, como também para conseguir uma harmonização quanto ao reconhecimento de testes à covid-19 e retirar os benefícios do processo de vacinação em curso.

A governante defendeu ainda que a recuperação da indústria do turismo tem de ser financeiramente suportada e a necessidade de serem criadas condições para a próxima geração poder manter empregos e serem competitivos.

No final do seu discurso, sempre em inglês, Rita Marques afirmou, em português: É tempo de agir!”.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter