Início B1 Rita Marques apela portugueses para salvar o ano turístico

Rita Marques apela portugueses para salvar o ano turístico

COMPARTILHE

A secretária de Estado do Turismo, Rira Marques, apelou esta quarta-feira (3) os portugueses para salvarem o ano turístico.

– O turismo tem ajudado muito o país, por isso é altura para uma certa reciprocidade e os portugueses ajudarem o turismo, referiu a governante na 4ª Web conferência PME no Radar, dedicada ao turismo.

– A grande aposta é o turismo interno que, em 2019, representou 30% das dormidas, e poderá ajudar a que 2020 não seja um ano completamente perdido, disse Rita Marques.

Sublinhou que este choque pandémico afectou profundamente o sector turístico, que tinha sido um motor da economia portuguesa, tendo em 2019 recebido 27 milhões de hóspedes. As expectativas para 2020 eram elevadas com um crescimento de 12% em Janeiro, 14% em Fevereiro e, depois, em Abril, segundo o INE, houve uma desaceleração de cerca de 97%.

A secretária de Estado do Turismo confessou mesmo que batemos no fundo e só há uma alternativa, é dar a volta, porque, quando se bate no fundo, qualquer melhoria que tenhamos será sempre melhor que a situação que temos actualmente.

A governante referiu-se às três frentes que a Secretaria de Estado do Turismo tem como prioritárias como as competências, a cooperação e a comunicação, lembrando a preocupação em criar os instrumentos e as medidas que pudessem permitir que as empresas pudessem respirar um pouco. O balanço que faz é positivo, acrescentando que o Governo está a trabalhar para um segundo pacote de medidas.

Refira-se que o sector do turismo tem crescido muito nos últimos anos graças a uma parceria público privada muito robusta. Neste contexto, Rita Marques realça que isto tem acontecido entre as duas partes, em busca de soluções.

A secretária de Estado do Turismo fez um balanço destes últimos meses e realçou que a comunicação foi fundamental nas várias campanhas do Turismo de Portugal, e nos contactos com operadores económicos nacionais e internacionais, como os operadores aéreos, com os tour-operadores dos vários mercados emissores mais importantes para Portugal como o Reino Unido, a Espanha, a França, a Alemanha, os Estados Unidos e o Canadá.

 

Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook