Início B1 Reino Unido vai abrir corredores aéreos e Portugal está de fora

Reino Unido vai abrir corredores aéreos e Portugal está de fora

COMPARTILHE

O Reino Unido vai abrir a 6 de Julho corredores de viagem que permitem aos turistas britânicos evitar a quarentena no regresso ao país, mas Portugal, para já, está de fora, destino que recebe anualmente cerca de 3 milhões de turistas britânicos, de acordo com a BBC.

Numa primeira lista de países estão abrangidos Espanha, França, Grécia, Itália, Alemanha, Holanda, Bélgica, Finlândia, Noruega e Turquia. Portugal e a Suécia, que têm registado um aumento do número de infecções, estão ainda classificados com a cor vermelha.

Desde 8 de Junho que todas as pessoas que chegam do estrangeiro ao Reino Unido, incluindo britânicos, são obrigadas a permanecer emisolamento durante 14 dias para reduzir a probabilidade de contágio da Covid-19. Caso não respeitem a quarentena, incorrem numa multa de cerca de mil euros. O sector de viagens e turismo britânico tem criticado a abordagem do governo às viagens para países europeus.

Citado pela BBC, um porta-voz do governo afirmou que as novas regras vão dar aos britânicos a oportunidade de umas férias de Verão no estrangeiro, mas frisou que o alívio de medidas depende da manutenção de um risco baixo de propagação do vírus.

O porta-voz reconheceu, contudo, que nada impede um turista britânico de viajar para um aeroporto em Espanha, seguir de automóvel até Portugal e, depois das férias, regressar ao seu país da mesma forma, de carro até Espanha e, daí, de avião para o Reino Unido.

Refira-se que a secretária de Estado do Turismo de Portugal, Rita Marques, frisou à BBC que Portugal foi nomeado o destino mais seguro da Europa pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) e é um destino ’clean & safe’.

– Alguns países estão nesta lista e Portugal está a lutar por um lugar, disse a secretária de Estado, garantindo que a situação está completamente sob controlo.

Recorde-se que o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que participou recentemente na reunião informal de ministros dos Assuntos Internos da UE, afirmou que os Estados-membros da União Europeia (UE) não devem impor situações de quarentena interna depois da reabertura das fronteiras.

Também como a Opção Turismo já tinha dado conta, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, estava em conversações com o Reino Unido para estabelecer uma ponte aérea que permita aos turistas britânicos evitar a quarentena imposta no regresso ao seu país.

No início do mês, em declarações à Radio BBC 4, Augusto Santos Silva afirmou que a quarentena é um inimigo do turismo e frisou que os turistas britânicos são muito bem-vindos a Portugal.

Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here