Início B1 Reguengos de Monsaraz acolhe hoje conferência da OMT sobre enoturismo

Reguengos de Monsaraz acolhe hoje conferência da OMT sobre enoturismo

A quinta edição da Conferência sobre Vinhos e Turismo (Enoturismo) decorre hoje e amanhã em Reguengos de Monsaraz, no Alentejo, numa iniciativa da Organização Mundial do Turismo (OMT) e do Governo português.

No encontro, delegações de todo o mundo vão debater como colocar o enoturismo no centro da recuperação, especialmente para o benefício das comunidades rurais.

O secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili, considera ser mais importante do que nunca apoiar os sectores do turismo e de vinhos. Estou confiante que este evento representará uma oportunidade única para partilhar experiências fazer frente a estes tempos difíceis e colocar os dois sectores no centro de recuperação, especialmente para o benefício das comunidades rurais, ao mesmo tempo que agradece Portugal por apostar na recuperação do sector.

Já o ministro português da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, aponta como meta colocar Portugal no topo dos destinos de enoturismo.

O governante destaca que o país tem uma vantagem estratégica, por ter capacidade de atrair turistas com alto poder de compra durante qualquer época do ano, e aponta o desenvolvimento do enoturismo como central no plano de recuperação do sector turístico.

Já o presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, José Calixto, destacou que tanto o município como todo o Alentejo são um território vivido e sentido pelo Homem há mais de 9.000 anos, valorizado pelo seu património imaterial único, gente muito hospitaleira, vinhos de grande qualidade que fazem parte da nossa identidade e diversas actividades de enoturismo de excelência, que permitem experiências inesquecíveis.

O município de Reguengos de Monsaraz, é descrito pela OMT como uma das regiões vinícolas mais ricas de Portugal.

Enoturismo e desenvolvimento rural: as estratégias de apoio à recuperação, é o tema central de debate desta conferência.

A notoriedade do Alentejo é já internacionalmente reconhecida, quer enquanto produtora de vinhos, quer por se localizarem, nesta região, algumas das melhores e mais conceituadas unidades de enoturismo, factos que determinaram a sua escolha como destino de realização do evento.

Organizada desde 2016, a conferência tem destacado a importância do enoturismo para o desenvolvimento sócio-económico dos destinos e tem servido de plataforma para o intercâmbio de experiências, identificação de boas práticas e promoção do enoturismo como instrumento de desenvolvimento sustentável.

 



Mais notícias em OPÇÃO TURISMOSiga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter