Início B4 Recuperar o perdido em 2020 é uma prioridade de Luís Pedro Martins

Recuperar o perdido em 2020 é uma prioridade de Luís Pedro Martins

O presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal (TPNP) e da Associação de Turismo do Porto (ATP) afirmou que a sua grande ambição é conseguir, em dois anos e meio, recuperar o que foi perdido em 2020.

Para Luís Pedro Martins, essa grande ambição traduz-se em voltar a ter, em 2023, seis milhões de turistas, 11 milhões de dormidas e conseguir que o aeroporto Francisco Sá Carneiro registe os mesmos valores, que eram 13 milhões de movimentos de passageiros.

O presidente da TPNP, eleito há dois anos, espera também um reforço de verbas através da ‘bazuca’, ou seja, verbas da União Europeia, para apoiar as empresas no combate que se avizinha ao nível da promoção internacional.

Luís Pedro Martins explica que o plano de 10,5 milhões de euros serão para repor a conectividade aérea – a região precisa do regresso das companhias de aviação e das rotas perdidas -, potenciar a internacionalização pela digitalização da oferta, acelerar a estruturação de novos produtos, maximizar a promoção e a venda do destino Porto e Norte neste top 10 de mercados da região, e estimular também a dinamiza no território através da realização de grandes eventos espalhados pelos território.

No que concerne á captação de mais turistas para a região e segundo Luís Pedro Martins, haverá uma forte aposta na promoção e venda do destino Norte no top 10 dos mercados principais através da presença de ‘mostras’ nos locais de origem dos mercados.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter