COMPARTILHE

Agências de viagens estão a excluir Hong Kong dos pacotes turísticos por causa dos protestos e os últimos números continuam a mostrar crescimento de turistas em Macau. Quem o disse foi a responsável da Direcção dos Serviços de Turismo (DST) de Macau, Maria Helena de Senna Fernandes, acrescentando que muitas agências de diferentes países, sobretudo daqueles que têm acesso directo a Macau, estão a fazer uma mudança nos seus pacotes para não incluírem Hong Kong.

A directora da DST, a entidade que gere o sector no território, salientou que estamos a ouvir as agências e guias turísticos que organizam viagens de grupos turísticos, habitualmente oriundos da China, e cujo trajecto é Hong Kong-Macau, parte esta que está a sofrer bastante impacto.

A directora da DST, contudo, garantiu que os números até ao final de junho registam, no acumulado, um aumento de 20% no número de turistas. E que os dados preliminares de julho apontam para um aumento ainda bastante forte, superior a 10%.