Início B2 Programa Apoiar já fez chegar às empresas 1,1 MM€

Programa Apoiar já fez chegar às empresas 1,1 MM€

Lançado no final Novembro de 2020, o programa Apoiar já fez chegar mais de 1,1 mil milhões de euros às empresas dos sectores mais afectados pela Covid-19, indica o site oficial do Governo.

Esta medida constituiu um instrumento de apoio à tesouraria das empresas de sectores particularmente afectados pelas medidas de combate à pandemia da doença Covid-19, assegurando e preservando a sua liquidez no mercado e a continuidade da sua actividade económica durante e após o surto pandémico.

O instrumento envolvia diferentes apoios, cobrindo as necessidades que os sectores mais afectados pela pandemia sentiam a cada momento, de acordo com o Governo.

Este programa já apoiou, cujos dados são até 30 de Junho deste ano, mais de 106 mil projectos de empresas, com um volume de financiamento de cerca de 1,2 mil milhões de euros, através de fundos da União Europeia canalizados para mitigar o esforço das empresas e garantir a manutenção de postos de trabalho.

Em prazo recorde, nunca vivido no contexto dos Fundos Europeus, foi possível aprovar candidaturas em 20 dias úteis e efectuar, até ao final do 1º semestre de 2021, pagamentos superiores a 1,1 mil milhões de euros, correspondendo a cerca de 95% do financiamento atribuído.

Refira-se que a última medida implementada, o Apoiar Rendas, foi lançada em Fevereiro de 2021 e veio mitigar o impacto das quedas de actividade e o peso dos custos fixos das empresas, apoiando o pagamento das rendas não habitacionais devidas.

Neste âmbito foram apoiados cerca de 25 mil projectos, correspondendo a mais de 66 milhões de euros de financiamento, dos quais foram já pagos cerca de 75%. Os pagamentos ainda não processados, sobre os quais estão a ser realizadas aferições da veracidade das declarações, serão realizados até final do corrente mês, diz ainda o Governo.

Esta medida constituiu um instrumento de apoio à tesouraria das empresas de sectores particularmente afectados pelas medidas de combate à pandemia da doença Covid-19, assegurando e preservando a sua liquidez no mercado e a continuidade da sua actividade económica durante e após o surto pandémico.

O instrumento envolvia diferentes apoios, cobrindo as necessidades que os sectores mais afectados pela pandemia sentiam a cada momento, de acordo com o Governo.

Este programa já apoiou, cujos dados são até 30 de Junho deste ano, mais de 106 mil projectos de empresas, com um volume de financiamento de cerca de 1,2 mil milhões de euros, através de fundos da União Europeia canalizados para mitigar o esforço das empresas e garantir a manutenção de postos de trabalho.

Em prazo recorde, nunca vivido no contexto dos Fundos Europeus, foi possível aprovar candidaturas em 20 dias úteis e efectuar, até ao final do 1º semestre de 2021, pagamentos superiores a 1,1 mil milhões de euros, correspondendo a cerca de 95% do financiamento atribuído.

Refira-se que a última medida implementada, o Apoiar Rendas, foi lançada em Fevereiro de 2021 e veio mitigar o impacto das quedas de actividade e o peso dos custos fixos das empresas, apoiando o pagamento das rendas não habitacionais devidas.

Neste âmbito foram apoiados cerca de 25 mil projectos, correspondendo a mais de 66 milhões de euros de financiamento, dos quais foram já pagos cerca de 75%. Os pagamentos ainda não processados, sobre os quais estão a ser realizadas aferições da veracidade das declarações, serão realizados até final do corrente mês, diz ainda o Governo.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMOSiga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter