Início B1 Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos por países terceiros

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos por países terceiros

O Governo português, numa nota distribuída à comunicação social, anunciou que no âmbito das medidas de combate à pandemia da doença covid-19 aplicadas ao tráfego aéreo, determinou que passam a ser reconhecidos, em condições de reciprocidade e desde que cumpram determinados requisitos, os certificados de vacinação e de recuperação emitidos por países terceiros, a cujos respectivos titulares tenham sido administradas vacinas aprovadas pela Agência Europeia do Medicamento (Janssen, AstraZeneca, Moderna, Pfizer).

Assim, os certificados de vacinação e de recuperação emitidos por países terceiros passam a ser reconhecidos para viagens aéreas, deixando exigida a apresentação de teste com resultado negativo no momento do embarque ou na entrada em território nacional dos cidadãos oriundos de países terceiros, que passam também a estar dispensados de cumprir quarentena quando esta seja aplicável em função da respetiva origem.

O Governo esclarece ainda que todos os cidadãos que pretendam viajar para Portugal por via aérea, excepto as crianças com menos de 12 anos, têm de apresentar Certificado Digital covid da UE ou certificado de vacinação ou recuperação emitido por países terceiros e cuja validade seja agora reconhecida, sendo que, em alternativa, têm de apresentar comprovativo de realização de teste laboratorial molecular por RT-PCR ou teste rápido de antigénio com resultado negativo, realizado nas 72 ou 48 horas anteriores à hora do embarque, respectivamente.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMOSiga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter