Início B2A Portugal/Aeroportos: quebra acentuada no tráfego aéreo

Portugal/Aeroportos: quebra acentuada no tráfego aéreo

O tráfego aéreo diário nos aeroportos portugueses tem vindo a cair nos últimos dias, dada a pandemia de covid-19, e atingiu uma quebra homóloga de 87% na quarta-feira, segundo dados da organização europeia Eurocontrol.

Dados da Organização Europeia para a Segurança da Navegação Aérea (Eurocontrol) indicam que o tráfego aéreo diário nos aeroportos do continente – Lisboa, Porto e Faro – está a cair acentuadamente desde meados deste mês, quando os países começaram a adoptar medidas mais restritivas para tentar conter a propagação do surto do novo coronavírus.

Se no passado dia 16 de março se registou uma quebra de 16,6% no tráfego aéreo diário em comparação com o mesmo dia de 2019, esta diminuição passou a ser de 39% no dia seguinte e de 52,4% três dias depois.

No passado domingo, as quebras homólogas já eram de 63% e continuaram a acentuar-se na segunda-feira (76,8%) e na terça-feira (78,8%), até atingir um pico de 87% na quarta-feira.

Esta última percentagem compara com uma queda de cerca de 80% na média europeia.

Segundo os dados da Eurocontrol, também na quarta-feira, a TAP foi uma das companhias na Europa com maior quebra homóloga no tráfego aéreo diário, de 93,3%, apenas ultrapassada por companhias como a Vueling (94%), Ryanair (95%), Brussels Airlines (98%) e easyJet (100%).

No que toca aos aeroportos, o do Porto registou na quarta-feira uma redução de tráfego diário de 90,9%, seguido pelo de Lisboa (88,7%) e pelo de Faro (83,3%).



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter