COMPARTILHE

O Porto de Lisboa registou um crescimento de oito pontos percentuais, em termos de passageiros de cruzeiro, durante o primeiro semestre do ano, com um total de 239.135 passageiros, entre janeiro e junho, face aos 221.072 passageiros registados no período homólogo de 2018.

Este aumento do número de passageiros no Porto de Lisboa foi determinado pelos crescimentos de 41% dos passageiros em turnaround (20.518 vs 29.026), e de cinco por cento dos passageiros em trânsito, que passaram de 200.554 para 210.109.

Refira-se, a propósito, que a localização do Porto de Lisboa confere-lhe vantagens acrescidas relativamente a outros portos, no que respeita ao início da época de cruzeiros no Mediterrâneo e às viagens de reposicionamento.

Na realidade, de janeiro a junho de 2019 registaram-se 29 travessias transatlânticas contra as 24 ocorridas em igual período de 2018, verificando-se igualmente o aumento do número de navios de cruzeiro a operar no Mediterrâneo e ilhas atlânticas, que passou de 177 em 2018 para 193 em 2019.

O primeiro semestre do ano ficou, ainda, marcado pelos nove navios de cruzeiro que escalaram o Porto de Lisboa, pela primeira vez, destacando-se o Mein Schiff 2, o MSC Bellissima e o Le Bougainville, pelo facto de terem entrado ao serviço em 2019, e Lisboa ter sido incluída nas suas viagens inaugurais.

Analisando o primeiro semestre de 2019 por meses, maio merece especial destaque, por ter sido o melhor maio de sempre, em passageiros de cruzeiro, no Porto de Lisboa: totalizaram 85.700, ultrapassando o recorde do mês que datava de 2017, com 81.971 passageiros.

Para terminar o semestre da melhor forma, o Porto de Lisboa conquistou, pelo quarto ano consecutivo, e pela quinta vez, o prémio de melhor porto de cruzeiros da Europa, naquela que foi a 26ª edição dos World Travel Awards Europa, que decorreu a 8 de junho, no Funchal.