COMPARTILHE

A Associação de Alojamento Local em Portugal (ALEP) refere que o número de novos registos de Alojamento Local (AL) no município do Porto caiu em 40% no primeiro trimestre deste ano, face ao período homólogo de 2018.

No primeiro trimestre de 2018 aconteceram 559 novos registos de alojamentos locais no município do Porto, enquanto que no primeiro trimestre desde ano foram registados apenas 334 novos alojamentos locais.

O número de registos tinha vindo a aumentar desde 2015, ano com 80 novos registos. Em 2016 registaram-se 203 novos pedidos e 2017, efectuaram-se 271 novos registos de Alojamento Local.

Entretanto e recentemente, o presidente de Câmara do Porto, Rui Moreira, garantiu estar disposto a implementar medidas de contenção para limitar o AL no centro histórico da cidade com base num estudo científico realizado pelo Centro de Estudos de Gestão e Economia Aplicada (CEGEA) da Universidade Católica.

Por sua vez, o vereador da Câmara do Porto com a pasta do Turismo, Ricardo Valente, anunciou que a autarquia pretende apresentar um projecto do AL para tomar as medidas de contenção no prazo de 30 dias, ou seja no início do próximo mês de junho.