Início VIP PIB da Madeira cai 6,6% por quebra do turismo

PIB da Madeira cai 6,6% por quebra do turismo

Três meses de inactividade no turismo geram uma quebra directa no PIB da Madeira de mais de 6,6%”.

Este valor percentual traduziu cerca de 110 milhões de euros mensalmente, pelo que se pode daqui aferir o impacto objectivo da pandemia na Madeira em relação ao sector do turismo e, consequentemente, na economia regional, disse o secretário de Turismo e Cultura, Eduardo Jesus.

Até Agosto, a região autónoma contou com 346 mil hóspedes e mais de 1,6 milhões de dormidas, em ambos os casos quebras homólogas de mais de 65%, segundo o Instituto Nacional de Estatística.

Eduardo Jesus diz que não se podem comparar números deste ano com períodos homólogos de nenhum ano, pois a pandemia prejudicou todos os destinos como nunca ninguém assistiu no mundo, para adiantar que o sector hoteleiro na Madeira está neste momento com cerca de 70% das unidades abertas e algumas, mesmo que excepções, com ocupações surpreendentes, acima dos 80 a 90%.

Refira-se que na Madeira, o turismo representa 26% do PIB e é responsável por mais de 20 mil postos de trabalho. Em cada mês que a actividade esteve reduzida a zero, o PIB da Região Autónoma da Madeira contraiu cerca de 2,2%, o que dá uma leitura da dimensão deste problema, com consequências para as empresas, para colaboradores dessas mesmas organizações e em toda a dinâmica directa e indirecta que o sector produz, disse o secretário Regional.

A evolução da situação sanitária é a chave para o turismo. As limitações impostas para tentar travar a pandemia conjugadas com os receios ditaram uma travagem a fundo da actividade. Para recuperar é necessário confiança de que é já seguro viajar, algo que os especialistas acreditam que só acontecerá quando houver um tratamento.

No entanto, segundo Eduardo Jesus, as perspectivas para o próximo ano são muito animadoras. Embora haja sempre o factor determinante da evolução epidemiológica dos mercados geradores de turistas para a Madeira, estamos no caminho certo para crescermos.

Para tal, a região está a fazer, aquilo que o responsável classifica como a maior campanha promocional jamais feita pela Madeira junto do mercado inglês para potenciar a janela de oportunidade de sermos reconhecidos como uma região segura num país que não o é a nível do território continental.

 



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter