Início Breves OMT diz que o Brasil está preparado para receber turistas

OMT diz que o Brasil está preparado para receber turistas

O secretário-geral da Organização Mundial do Turismo, Zurab Pololikashivili, assegurou que, apesar da pandemia da Covid-19, o Brasil está preparado para receber turistas internacionais.

Zurab, que está a efectuar uma visita ao Brasil, pretende debater com o governo federal projectos para desenvolver o sector, como preparar a instalação do primeiro escritório da OMT naquele país, já no próximo ano. Concorrem na disputa as cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília.

– “O Brasil está a avançar no desenvolvimento da inovação e qualificação, inclusive na área do turismo rural. Creio que ter um escritório no Brasil será um projecto muito importante e muito interessante que vai dar mais atenção à região, um impulso e uma ajuda para desenvolver o sector”, afirmou Pololikashvili.

Para o ministro brasileiro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a visita do representante máximo da OMT é histórica e reforça a importância do Brasil para o mundo, um país que, como destacou, com belezas praticamente infinitas e que precisam ser melhor divulgadas não só no turismo doméstico, mas também no turismo internacional para que o mundo possa conhecer essa potencialidade turística.

Álvaro Antônio realçou também o momento do Brasil, que cada vez mais aponta para um entendimento de que o turismo é uma grande mola impulsionadora de geração de empregos e receita. “Se temos um potencial tão grande, atractivos tão maravilhosos e uma hospitalidade que passa de 95% de aprovação dos turistas estrangeiros, ficamos muito animados em saber que o turismo pode, nos próximos anos, transformar todo esse potencial em realidade: uma realidade de geração de emprego e de renda. O turismo vai contribuir, sem dúvida nenhuma, para a retoma da agenda económica do Brasil.”

O turismo do Brasil já perdeu 41,6 mil milhões de reais de facturação entre os meses de Março e Setembro de 2020, montante que representa uma queda de 44% em comparação com o mesmo período do ano passado, revela a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo.

Só em Setembro, ainda de acordo com dados da FecomercioSP, com 8,6 mil milhões de reais, as receitas desceram 37,6% face ao período homólogo, considerado o pior resultado do turismo num só mês desde 2011.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here