Início B1 OMT confia na recuperação do turismo ainda este ano

OMT confia na recuperação do turismo ainda este ano

A Organização Mundial do Turismo (OMT) está confiante que a recuperação do sector terá início no último trimestre deste ano, e mais fortemente em 2021. Admite, no entanto, que o sector não voltará aos níveis de crescimento pré-pandemia durante mais 3 a 4 anos.

Os peritos da OMT apontam para o início da recuperação da procura turística internacional no quarto trimestre de 2020 e especialmente em 2021, com a procura interna inicialmente mais dinâmica do que as viagens internacionais e o lazer do que as viagens de negócios.

O 112.º Conselho Executivo da Organização, que decorreu esta quarta-feira na capital da Geórgia, é a primeira reunião presencial realizada pela organização desde o surto da pandemia, e teve como objectivo enviar uma mensagem de confiança para recuperar o turismo, cujas perdas são oito vezes maiores do que as da crise de 2008. Contou igualmente com presença portuguesa através da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.

Para a OMT, esta recuperação ocorrerá depois da pior crise da história ter colocado em risco entre 100 e 120 milhões de empregos do sector do turismo em todo o mundo.

O secretário-geral da organização, Zurab Pololikashvili, recordou durante o seu discurso na reunião os números devastadores do sector: os cenários apontam para quedas entre 58% e 78% nas chegadas turísticas internacionais em 2020, um nível que revela a incerteza que o mundo está a viver, e que depende da duração das restrições de viagem e de quando as fronteiras serão reabertas.

Como resultado, entre 850 milhões e 1,1 mil milhões de pessoas deixarão de fazer viagens internacionais, provocando perdas entre 910 mil milhões e 1,2 biliões de dólares em receitas de exportação do turismo.

No entanto, em meados e Junho houve sinais positivos de uma inversão gradual, embora ainda cautelosa, da tendência, graças ao levantamento gradual das restrições de viagem em vários países do mundo, especialmente na Europa, e ao recomeço de alguns voos internacionais.

Pololikashvili disse que, apesar de o sector ter sofrido uma ‘facada’, que é a crise mais grave da história, é possível avançar com determinação e cooperação, pelo que instou a unir esforços entre instituições e países.

A pandemia vai passar, disse o Secretário-Geral da OMT, mas temos todos de trabalhar em conjunto para dar forma a um sector sustentável e inovador. O turismo continuará a ser uma coisa valiosa e necessária, destacou.

O Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, enviou uma mensagem ao conselho salientando o papel fundamental do turismo na protecção do planeta e sublinhando que este é hoje mais resistente e sustentável.

Os últimos números divulgados na terça-feira pela OMT mostram que os turistas internacionais caíram 65% no primeiro semestre de 2020 devido ao impacto da Covid-19 e só em Junho as chegadas foram 93% inferiores ao que no mesmo mês em 2019.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here