Início Vinhos O prazer e orgulho de criar bons vinhos

O prazer e orgulho de criar bons vinhos

O projecto de vinhos Discórdia começou em 2009, quando a família de Paulo Alho decidiu plantar vinha no baixo Alentejo, na Herdade Vale d’Évora, uma propriedade de 550 hectares às portas de Mértola.

Empresário na área da construção civil e natural da praia de Sesimbra, Paulo Alho e os dois filhos costumavam ir caçar para Mértola, acabando por ganhar afecto por aquele Alentejo cru e selvagem, numa discórdia de sensações que é, afinal, o prazer de paisagens e sabores alternativos.

Um projecto que se afirmou e cresceu

Volvida mais de uma década, a Discórdia, já como uma referência, afirmou-se, cresceu e conquistou o seu próprio lugar.

O nome que nasceu por recusa administrativa da alternativa Herdade Vale d´Évora releva o sentido de humor da equipa proprietária, que entretanto foi alargada ao sócio Vítor Pereira, amigo de Paulo Alho e igualmente amante da caça selvagem.

Aliás, é esta também a motivação das duas famílias responsáveis por esta intensa Discórdia de Mértola: O prazer e orgulho de criar bons vinhos.

Um portefólio de sete grandes vinhos

Actualmente, o portefólio Discórdia inclui sete vinhos:

Discórdia banco e tinto, Discórdia reserva branco e tinto, o varietal Syrah da Discórdia e os vinhos topo de gama Grande Discórdia tinto e Grande Discórdia branco.

Saliente-se que são todos vinhos da marca são produzidos a partir de uvas colhidas na Herdade Vale d’Évora.

Refira-se que a vinha, de 550 hectares, dispõe de talhões de quatro castas tintas: um de Touriga Franca, Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Syrah, e três de brancas (Arinto, Verdelho e Antão Vaz).

 

 

 

 

 

 

Em destaque

Dois vinhos da garra Discórdia

Oriundos da vinha plantada na Herdade Vale D´Évora, 10 hectares de cepas autóctones portuguesas, os vinhos Discórdia branco 2019 e Discórdia tinto 2018 reflectem a originalidade do lugar.

O clima agreste de Mértola, seco e quente, a par dos solos magros e xistosos da vinha, permitem o desenvolvimento de frutos arejados, com grande concentração, estrutura e mineralidade.

Intensos e cativantes, os vinhos Discórdia revelam ainda uma frescura e acidez surpreendentes, resultante também da proximidade da vinha ao rio Guadiana.

Discórdia Branco 2019

Classificação:
Vinho Regional Alentejano

Região:
Alentejo

Localização da vinha:
Herdade Vale d’Évora, Mértola

Enólogo:
Filipe Sevinate Pinto

Castas:
Arinto, Verdelho, Antao Vaz

Vinificação:
Selecção de cachos, desengace total. Fermentação a temperatura controlada em cubas de inox. Estágio em cubas de inox.

Teor Alcoólico:
13,9% vol.

Acidez Total:
5,6g/l.

Açucares redutores:
0,7g/l.

pH:
3,35

Notas de prova:
Vinho bi-varietal das castas Arinto e Verdelho com um ano de estágio em garrafa. Cor amarelo citrino e aroma a fruta tropical e a flor de laranjeira. Boca rica e complexa, com fruta intensa e final fresco.

Indicações de consumo:
Servir à temperatura de 10ºC, vinho com consumo indicado até 6 anos, podendo aguentar mais anos.

Gastronomia:
Ideal para acompanhar pratos de peixe e marisco.

Conservação:
Garrafas deitadas em lugar fresco, arejado e escuro sem grandes oscilações de temparatura.

 Discórdia tinto 2018

Classificação:
Vinho Regional Alentejano

Região: Alentejo
Localização da vinha:
Herdade Vale d’Évora, Mértola

Enólogo:
Filipe Sevinate Pinto

Castas:
Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Touriga Franca, Syrah

Vinificação:
Vindima manual. Selecção de cachos, desengace total. Fermentação a temperatura controlada em cubas de inox. Estágio em cubas de inox.

Teor alcoólico:
14,3 % vol.

Acidez Total:
4,8g/l.

Açucares redutores:
0,3g/l.

pH:
3,70

Notas de prova:
Cor granada. Aroma a frutos vermelhos frescos e notas de bergamota e esteva. Na boca é cheio, estruturado e guloso.

Indicações de consumo:
Servir à temperatura de 16ºC, vinhos com consumo indicado até 10 anos.

Gastronomia:
Ideal para acompanhar pratos condimentados e carnes vermelhas e caça.

Conservação:
Garrafas deitadas em lugar fresco, arejado e escuro sem grandes oscilações de temperatura.

Com o apoio de:



Mais notícias em OPÇÃO TURISMOSiga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter