Início B5 Nuno Anjos: balanço positivo, apesar de todas as condicionantes

Nuno Anjos: balanço positivo, apesar de todas as condicionantes

O Opção Turismo está a fazer um pequeno inquérito junto de alguns operadores turísticos e numa primeira fase, para perceber como decorreram as vendas para o Natal e Fim de Ano bem como se foram ou não atingidas as metas definidas.


Mais tarde, vamos também querer saber como decorreram as vendas das agências de viagens e que destinos mais se venderam.


Depois da opinião de José Manuel Antunes, director geral da Sonhando, fizemos as mesmas perguntas a Nuno Anjos, director comercial do operador Viajar Tours, que comentou que, apesar de tudo, foi melhor do que em 2020.


Opção Turismo
– Como decorreu o período de Natal e de Fim de Ano?

Nuno Anjos – Apesar de tudo, foi melhor do que em 2020. Mais vendas, viagens mais longas, com mais famílias a optarem por passar esta altura fora do país.

No entanto, também foi um período de muito trabalho, com várias alterações e ajustes, tanto de destino como de datas, muito devido às diversas formalidades de entrada nos países e de regresso a Portugal.


No geral, o balanço foi positivo, apesar de todas as condicionantes.


Opção Turismo
– Foram atingidas as metas propostas?

Nuno Anjos – Sim. Os lugares que tínhamos bloqueado para esta época foram todos ocupados. Paralelamente, também foram feitas várias vendas de programação regular.


Opção Turismo
– Sentiram algo de diferente/preocupação no cliente?

Nuno Anjos – Nota-se que a preocupação agora, mais do que com a pandemia em si, passou a ser a possibilidade de haver alterações nas regras de entrada / saída que possam condicionar a realização da viagem.


Ao contrário do que aconteceu durante o Verão, com regras definidas e sem grandes alterações – nomeadamente para países da EU, com o certificado de vacinação -, as alterações durante este período foram imensas e acabaram por inviabilizar algumas reservas.


A título de exemplo, o facto de alguns países não aceitarem o certificado de recuperação.


A segurança passou a ser a principal preocupação e notou-se um maior planeamento das férias, e com mais antecedência.


O factor preço, embora importante, não assumiu o papel relevante que tinha em anos anteriores.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter