Início B1 Ministros do Turismo do G20 discutem hoje reactivação do sector

Ministros do Turismo do G20 discutem hoje reactivação do sector

Os ministros do Turismo do G20 vão debater hoje as formas para reactivar com segurança as viagens internacionais e impulsionar o sector, que viu a sua contribuição cair para 49,1% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial em 2020.

O turismo representa cerca de um em cada dez postos de trabalho a nível mundial e ajudou a criar um em cada quatro postos de trabalho entre 2014 e 2019, de acordo com números do Conselho Mundial de Viagens e Turismo, citados pela actual presidência do G20, que actualmente é assumida por Itália.

Em 2020, o turismo foi um dos sectores mais atingidos pelos encerramentos resultantes da pandemia e ainda não recuperou, com muitos países ainda a manterem as fronteiras fechadas para evitar a propagação do novo coronavírus.

A reunião dos ministros, que será virtual e durará cerca de três horas, permitirá aos países do G-20 estudar formas e meios para restaurar a mobilidade internacional sem riscos o mais rapidamente possível e, a este respeito, a acção e coordenação internacional são cruciais, explicou a presidência italiana num comunicado.

Os ministros vão analisar e assinar um documento com uma série de directrizes, criado em colaboração com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e destinado a sete áreas de intervenção: mobilidade segura, gestão de crises, resiliência, inclusão, transformação verde, transição digital, investimentos e infra-estruturas.

– O G20 comprometer-se-á a apoiar, integrar e coordenar as principais iniciativas internacionais actualmente em desenvolvimento para uma mobilidade internacional segura, incluindo o Certificado Verde Digital da União Europeia, refere ainda o comunicado.

O encontro abordará também a questão da transformação verde da indústria do turismo e a necessidade de orientar a evolução do turismo global numa direcção sustentável.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMOSiga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter