Início Opção Turismo Medidas mais restritivas agora a 90 concelhos em Portugal

Medidas mais restritivas agora a 90 concelhos em Portugal

São agora 90 os concelhos portugueses em risco elevado ou muito elevado de infecção por Covid-19, ficando, assim, sujeitos a medidas mais restritivas, de acordo com decisão do Conselho de Ministros desta quinta-feira.

– A situação continua a degradar-se, admitiu Mariana Vieira da Silva à saída do Conselho de Ministros. Quanto ao ritmo de vacinação no país, a governante assegurou que é muitíssimo elevado.

Entre estas medidas estão o dever de recolhimento domiciliário entre as 23h00 e as 5h00, assim como a obrigatoriedade de apresentação do certificado digital ou de um teste negativo ao SARS-CoV-2 para fazer refeições no interior de restaurantes e para realizar o check-in em hotéis e alojamentos locais (este em todo o território continental).

No final do Conselho de Ministros, a ministra de Estado e da Presidência explicou que as medidas para os concelhos em maior risco são as mesmas que se aplicavam até então. A diferença está no número de concelhos nos quais são aplicadas.
Há uma semana, quando o Governo apresentou estas medidas mais restritivas, eram 60 os concelhos em risco elevado ou muito elevado. Agora, são 90.

Além da limitação de circulação na via pública, diariamente, entre as 23h00 e as 5h00, estes 90 concelhos ficam sujeitos a outras medidas restritivas para controlar a pandemia, mas diferenciadas consoante o nível de risco, nomeadamente nos horários do comércio e restauração.

Onde o risco é muito elevado, os restaurantes, cafés e pastelarias podem estar abertos até às 22h30, admitindo grupos de até quatro pessoas no interior e de até seis pessoas nas esplanadas. Já nos concelhos os restaurantes, cafés e pastelarias encerram até às 22h30, mas podem receber grupos maiores: de seis pessoas no interior dos estabelecimentos e de dez pessoas nas esplanadas.

Há agora 30 municípios em situação de alerta por registarem, pela primeira vez, uma taxa de incidência superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Quanto à exigência de teste negativo ou certificado digital para refeições no interior de restaurantes a partir das 19h00 de sexta-feira e durante os fins-de-semana, esta aplica-se aos 90 concelhos que estão agora em maior risco.

Para entrar em hotéis ou alojamentos locais, é necessário um destes elementos no momento do check-in em todo o território continental.

São quatro as tipologias de testes aceites: os PCR e antigénio com resultado laboratorial e também os auto-testes feitos presencialmente (à entrada do estabelecimento) ou perante um profissional de saúde.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMOSiga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter