Início Opção Turismo Madeira: turistas ingleses a aumentar e alemães a abrandar

Madeira: turistas ingleses a aumentar e alemães a abrandar

O secretário regional do Turismo e Cultura da Madeira, Eduardo Jesus, evidenciou ontem, quinta-feira, a reacção animadora do mercado inglês, ao registar o interesse muito grande pela região após a reintegração no corredor turístico.

Tanto assim, conforme disse, e citado pela imprensa regional, que há um reforço na operação das 3 companhias britânicas que operam para a Madeira, a British Airways, a easyJet e Jet2, sendo que este último, que é tão só o maior operador britânico para a região aumentou significativamente as suas frequências semanais contribuindo em larga escala para que estejam a chegar milhares de turistas ingleses à Madeira. Assim segundo o governante regional, é o mercado que melhor responde nesta fase.

Em contrapartida há a registar um ligeiro abrandamento do mercado alemão que Eduardo Jesus atribui aos constrangimentos que estão a ocorrer na Alemanha, onde a própria mobilidade interna está limitada por questões de controlo da epidemia. Já em relação aos restantes mercados emissores de turismo para a Madeira diz acusar uma oscilação imediata em função da evolução epidemiológica em cada uma dessas origens onde a pressão está muito elevada face ao aumento de casos de infecções da Covid-19, risco que condiciona muito e penaliza o destino Madeira.

Ainda assim reitera que a Madeira está preparada, fez o seu trabalho e afirmou-se como destino seguro, boas práticas que levam à afirmação desse mesmo posicionamento, mas estamos ‘nas mãos’ dos mercados emissores, lembrou. A Madeira está numa situação de dependência dos países emissores que não pode controlar. Se evoluírem bem, ganhamos, se evoluíram mal, perdemos.

Eduardo Jesus fez estas declarações na cerimónia de entrega de 2 certificados Madeira Safe to Discover à DTL Tours (animação turística) e empresa de Alojamento Local, elevando para 5 – hotéis (2), animação turística (2) e Alojamento Local – as certificações sanitárias de riscos biológicos já atribuídas pela SGS, a entidade certificadora.

O secretário Regional considerou ainda que o modelo desenvolvido pelo Governo Regional para afirmar a Madeira como destino seguro está a vingar e está a merecer a melhor apreciação internacional possível, sendo a Madeira apontada como exemplo e até como o caminho a seguir para muitos outros destinos.

Oportunidade para Eduardo Jesus reafirmar que a Madeira continua a ser a única região de turismo do país que optou por uma certificação sanitária de riscos biológicos. Decisão que classifica de muito acertada por corresponder não apenas ao desafio do momento, que é trazer confiança ao sector e poder transmitir interna e externamente que é seguro este sector aqui na Madeira, sublinhou, mas também por ser um activo que está a reforçar muito o posicionamento da Madeira lá fora, assegura.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter