Madeira regista cerca de 400 mil dormidas em Janeiro

A Direção Regional de Estatística (DREM), em comunicado, assinala que estabelecendo uma comparação entre Janeiro de 2022 e Janeiro de 2019, observa-se que os números de hóspedes entrados e de dormidas na Região Autónoma da Madeira registaram quebras de 21,6% e 25,6%, respetivamente. A mesma nota acrescenta que os estabelecimentos de alojamento turístico da Madeira registaram a entrada de 59,7 mil hóspedes em Janeiro deste ano, destacando que o número traduz uma variação homóloga de +221,8%.

As entradas correspondem a 391,9 mil dormidas, o que representa uma variação homóloga de +227,7%.

Quanto às dormidas de residentes em Portugal na região, a DREM diz que cresceram 133,6% relativamente ao mês homólogo, atingindo as 54,7 mil (14,0% do total), enquanto as de residentes no estrangeiro subiram 250,6%, situando-se em 337,2 mil.

Os hóspedes entrados, em Janeiro de 2022, com residência no país, totalizaram 14,2 mil, atingindo os 45,5 mil no caso dos residentes no estrangeiro.

Quanto aos principais mercados emissores de residentes no estrangeiro, que representaram 86,0% do total de dormidas, o mercado do Reino Unido é o que regista mais dormidas, em Janeiro de 2022, cerca de 91,3 milhares, seguido da Alemanha, com 83,9 milhares, e da França, com 12,2 mil.