Início B4 Madeira: alojamento turístico com quebra acentuada na entrada de hóspedes

Madeira: alojamento turístico com quebra acentuada na entrada de hóspedes

A Direção Regional de Estatística (DREM) anunciou que o alojamento turístico na Madeira registou, em Fevereiro último, uma quebra de 88,8% na entrada de hóspedes, comparativamente com o mesmo período de 2020, bem como de 90,3% no número de dormidas.

De acordo com a estimativa rápida da DREM, em Fevereiro de 2021, o sector do alojamento turístico deverá ter registado a entrada de 11,2 mil hóspedes e a realização de 57 mil dormidas.

A DREM explica que para efeitos de comparabilidade com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística é necessário excluir o alojamento local com menos de 10 camas, sendo que, segundo esta lógica de apuramento de resultados, as dormidas do alojamento turístico apresentam um decréscimo de 92,6% relativamente a Fevereiro de 2020. Ou seja, uma variação mais penalizadora que a verificada a nível nacional (-87,7%).

As dormidas de residentes em Portugal terão diminuído 73,7%, atingindo as 17,3 mil e representando 30,3% do total, enquanto as de não residentes terão decrescido 92,4%, situando-se em 39,8 mil.

De acordo com a autoridade regional, os principais mercados emissores de não residentes apresentaram quebras bastante significativas nas dormidas em Fevereiro, com o mercado britânico a registar a mais acentuada, com -96,2% de dormidas, seguido do alemão (-92,1%) e do francês (-89,8%).

Ainda segundo a DREM, no mês em referência, 67,0% dos estabelecimentos de alojamento turístico terão estado encerrados ou não registaram movimento de hóspedes.



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here