Início Opção Turismo Madeira alivia restrições esta semana a pensar também no turismo

Madeira alivia restrições esta semana a pensar também no turismo

O recolher obrigatório na Madeira passa, a partir de domingo, das 19 horas para as 23 horas, haverá mais infra-estruturas abertas durante a época balnear e já há medidas a pensar na imunidade dos vacinados ou recuperados.

O alívio das restrições, a pensar também no turismo, foi anunciado ontem (segunda-feira) pelo Presidente do Governo Regional, mas Miguel Albuquerque avisa: o governo não hesitará em reverter as medidas caso a situação se agrave.

No que diz mais directamente ao turismo, a partir do próximo domingo, o recolher obrigatório na Madeira vai passar a vigorar entre as 23 horas e as 05 horas, incluindo aos fins-de-semana (actualmente o recolher obrigatório vigora na região entre as 19 horas e as 05 horas durante a semana, e entre as 18 horas e as 05 horas aos fins de semana e feriados). Assim, os restaurantes e bares vão poder estar abertos até às 22 horas com uma lotação até 50%, com cinco pessoas por mesa, e nos bares não é permitido beber ao balcão ou de pé.

Já a partir de hoje (terça-feira) os espectáculos, eventos culturais e conferências podem realizar-se com lotação até 50% do espaço, mas não são permitidos intervalos, visando evitar os ajuntamentos.

No que diz respeito aos viajantes, os residentes, estudantes e emigrantes – que entram na região por via aérea – mantêm a dupla testagem ao quinto dia, suspendendo-se a necessidade de isolamento profilático entre os dois testes.

Mas já são visíveis alterações que têm por base a imunidade das pessoas. Por exemplo, os veículos utilizados em actividades de turismo poderão transportar 100% da sua lotação, caso todos os ocupantes tenham sido vacinados ou sejam recuperados da doença Covid-19. Em caso contrário, permanece o limite de dois terços da capacidade.

Durante a época balnear este ano estarão abertas as piscinas e parques infantis, as infra-estruturas desportivas, equipamentos e plataformas flutuantes, mas a sua utilização estará condicionada e sujeita às boas práticas preconizadas pelas autoridades de saúde.

As medidas que esta semana entram em vigor estão sujeitas à reavaliação quinzenal do governo regional, algo que Miguel Albuquerque fez questão de recordar durante a conferência de imprensa, bem como a apertada fiscalização das autoridades ao cumprimento das medidas impostas.

 



Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook , Instabram ou no Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here