COMPARTILHE

No primeiro semestre do ano os hotéis e pensões de Macau receberam quase sete milhões de pessoas, segundo dados dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC). Valores apenas 1% abaixo dos registados no ano passado.

Os dados disponibilizados pelo DSEC indicam que os turistas ficaram, em média, hospedados por 1,5 noites, com a taxa de ocupação a atingir os 91.1% (mais 1,1% do que no período homólogo em 2018). De referir que os hotéis e pensões foram responsáveis por alojar 70% do número total de turistas.

No último mês do semestre – Junho – o território viu diminuírem a representatividade de três dos seus mercados emissores: o número de hóspedes provenientes do interior da China (752 mil), de Hong Kong (128 mil) e de Taiwan (38 mil) baixaram 1,7%, 6,7% e 12,2%, respectivamente. Em contraponto o número de turistas oriundos da Coreia do Sul aumentou 7,2% para os 42 mil.

Em Junho existiam, em Macau, 119 hotéis e pensões, com capacidade para 39 mil quartos.