Início B4 Macau: hotéis com taxas de ocupação de 11,8% por causa do Covid-19

Macau: hotéis com taxas de ocupação de 11,8% por causa do Covid-19

COMPARTILHE

O impacto do novo coronavírus é grande, afirmou directora dos Serviços de Turismo de Macau, Maria Helena de Senna Fernandes, em recente conferência de imprensa, acrescentando que nem na SARS era tão baixa a ocupação hoteleira em Macau, Senna Fernandes referia-se à epidemia que entre 2002 e 2003 que matou mais de 774 pessoas em todo o mundo.

A ocupação hoteleira de Macau foi de 11,8% na semana passada, num território que antes do Covid-19 acolhia três milhões de visitantes mensais e em 2019 teve uma ocupação média de 90%. Também na semana passada, a média dos preços diários dos quartos dos hotéis foi de cerca de 70 euros. O número mais reduzido dos últimos 10 anos, afirmou a responsável pelo turismo de Macau.

Em 2019, a ocupação média dos hotéis e pensões atingiu 90,8%, nos 123 hotéis e pensões existentes na capital mundial do jogo.

O território, que vive sobretudo do turismo proveniente da China Continental, já praticamente não recebe visitantes do país, que estão sem vistos para entrar em Macau, confrontados com restrições nas fronteiras e com o súbito e indeterminado cancelamento de voos desde que começou o surto, no final de 2019. O território recebe, neste momento, pouco mais de 4.000 visitantes por dia.

Casinos, parques públicos, trilhos, serviços públicos, zonas de lazer, espaços de ginástica na rua, parques infantis, entre outros, estão a ser abertos gradualmente. Todavia, o Governo de Macau ainda não tem data prevista para a abertura das escolas, encerradas desde o início do mês.

Mais notícias em OPÇÃO TURISMO Siga-nos no FaceBook