COMPARTILHE

Foi aprovado pelo conselho de Ministros e publicado o Decreto que classifica as Linhas de Torres como Monumento Nacional.

O documento considera o conjunto das primeiras e segundas Linhas de Defesa construídas a Norte de Lisboa durante a Guerra Peninsular, reforçando “um longo processo de preservação física da memória material e imaterial deste sistema defensivo, reconhecendo, entre outros critérios, o génio do respectivo criador e o interesse como testemunho notável de vivências ou factos históricos”. No total foram classificadas 114 estruturas que ainda se encontram preservadas. As cerca de 15 que se encontram degradadas ou destruídas não foram consideradas.

As Linhas de Torres são o complexo de fortes e estradas militares construídas sob a orientação do general inglês Wellington, comandante das tropas luso-britânicas no período das invasões francesas, para defender Lisboa das forças napoleónicas entre 1807 e 1814, durante a Guerra Peninsular.