COMPARTILHE

Em 2018, o Porto de Leixões volta a bater o recorde de cruzeiros e passageiros ao abrir as portas a 101 navios, cerca de 117 mil turistas e 57 mil Tripulantes. Estes números representam um crescimento de 1% em número de navios e 22% em passageiros face a 2017.

De acordo com a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), os números já conhecidos de 2018 – que podem ser considerados finais, uma vez que não estão agendados mais movimentos até final do ano – representam um crescimento de 1% em número de navios e de 22% em passageiros face a 2017.

Para o próximo ano, a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) mantém as expectativas em alta, com 110 escalas de navios de cruzeiros já agendadas, das quais 14 são inaugurais. Estas viagens vão trazer à região do Porto e Norte de Portugal cerca de 125.000 turistas, acrescenta a entidade, em comunicado.

A dimensão dos navios a escalar o Terminal de Cruzeiros também tem vindo a aumentar. Este ano chegaram a Leixões 26 navios com mais de 250 metros. Já em setembro, este porto recebeu o novo Mein Schiff 1, o maior navio de sempre a atracar no Terminal de Cruzeiros, com quase 316 metros de comprimento.

O ano de 2018 foi também o de estreia do terminal de cruzeiros do porto de Leixões no embarque e desembarque simultâneo de passageiros, o designado ‘turnaround’. A primeira grande operação decorreu com sucesso em março com o MSC Magnífica.

Alemanha, Estados Unidos e Reino Unido foram os países de proveniência da maior parte dos visitantes recebidos no terminal de cruzeiros de Leixões.

A entrada desses turistas terá gerado uma receita de nove milhões de euros, estima a APDL.